‘Queremos que Dan Henderson encerre sua carreira no UFC’, garante diretor

Lorenzo Fertitta comentou a situação do veterano, que vem de três derrotas consecutivas

Lorenzo Fertitta afirmou que D. Henderson (foto) não será demitido. Foto: Eduardo Oliveira/SUPER LUTAS

Lorenzo Fertitta afirmou que D. Henderson (foto) não será demitido. Foto: Eduardo Oliveira/SUPER LUTAS

Em meio a uma sequência de três derrotas consecutivas, algo inédito em sua longa carreira até aqui, Dan Henderson tem se visto em uma situação desconfortável, na qual especulações sobre sua demissão por parte do UFC são constantes. Mesmo diante dos comentários, o CEO do Ultimate Lorenzo Fertitta garante que dispensar Hendo não faz parte dos planos da organização.

“Ele (Dan Henderson) deixou claro que quer encerrar sua carreira no UFC, e acho que nós deixamos claro que queremos que ele encerre a carreira dentro do UFC”, disse Fertitta em entrevista ao canal norte-americano “FOX Sports 1”. O diretor também revelou que o lutador planeja atuar por mais dois anos e então pendurar as luvas definitivamente.

Aos 43 anos de idade, Dan Henderson possui um cartel de 29 vitórias e onze derrotas. O veterano já foi campeão dos extintos PRIDE e Strikeforce. Além disso, foi o grande vencedor do torneio de pesos médios do UFC 17, em 1998. Em seu último combate, no último dia 9 de novembro, Hendo sofreu o primeiro nocaute de sua carreira na derrota para Vitor Belofort na luta principal do UFC Fight Night 32, em Goiânia (GO).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments