Monstro vence e Bruno Carioca estreia com derrota no card preliminar do UFC Fight Night 33

Monstro venceu Ring em um duelo equilibrado, enquanto Carioca foi superado no duelo de invictos contra K. Jotko

Cearense Caio Magalhães (foto) vai lutar em casa contra Karlos Vemola. Foto: Josh Hedges (UFC)

C. Monstro  (foto) venceu canadense no UFC Fight Night 33. Foto: Josh Hedges (UFC)

Em uma noite diferente do habitual para os fãs do Ultimate, o UFC Fight Night 33 agitou a cidade de Brisbane, na Austrália. No card preliminar do show, dois brasileiros subiram no octógono. Bruno Carioca debutou na organização com revés diante de Krzysztof Jotko. Mas  Caio Monstro conseguiu vencer um duelo equilibrado diante de Nick Ring.

Monstro vence em luta apertada

Foi no sufoco, mas Caio Monstro conseguiu emplacar sua segunda vitória consecutiva no Ultimate. Diante de Nick Ring, o brasileiro começou em desvantagem. O canadense acertou os melhores golpes no início da luta e surpreendeu o cearense com duas tentativas de queda.

No segundo assalto Ring também abria vantagem, seguindo a tática da parcial anterior. Mas Monstro conseguiu raspar e terminou por cima.

Com grande ímpeto nos dois rounds, Ring parece ter sentido o ritmo da luta na última parcial. Cansado, o canadense tentou amarrar a luta, mergulhando desesperadamente nas pernas de Caio. O brasileiro se aproveitou e, mesmo sem grande efetividade, acertou alguns golpes no rival que foram determinantes para o resultado.

Ao final, vitória de Caio Monstro na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28).

O resultado marcou o segundo triunfo do brasileiro no UFC. Depois de debutar no octógono com revés diante de Buddy Roberts, em junho de 2012, ele venceu Karlos Vemola no TUF Brasil 2 Finale, em junho deste ano.

Bruno Carioca perde na estreia

A estreia de Bruno Carioca no UFC não foi da forma que o brasileiro esperava. No duelo de invictos diante de Krzysztof Jotko, o polonês acabou levando a melhor na decisão unânime dos juízes.

Bruno foi quem começou melhor a luta. Com menor envergadura, ele encurtou a distância e trabalhou bem com golpes curtos, esperando a oportunidade de levar o duelo para o solo. Mas em uma tentativa de derrubar o rival, Carioca acabou caindo por baixo. Porém, ele rapidamente conseguiu sair da posição da desvantagem no final da parcial.

No segundo round foi o duelo seguia o mesmo caminho, com Bruno encurtando a distância e trabalhando com golpes curtos, enquanto o polonês esperava o melhor momento para atacar. No minuto final este momento chegou. Jotko acertou uma boa sequência de socos e colocou frente na peleja.

Com o duelo equilibrado, o terceiro assalto seria um fator para definir a peleja. Depois de tentar durante os primeiros rounds, Bruno enfim conseguiu a queda. Mas apesar de ficar por cima, o brasileiro não conseguiu manter o rival de costas no solo e acabou raspado.

Jotko acertou alguns golpes na luta de solo que foram suficientes para o rival abrir vantagem e levar a luta na decisão unânime dos juízes.

Confira abaixo os resultados do card preliminar do UFC Fight Night 33:

Takeya Mizugaki derrotou Nam Phan na decisão unânime dos juízes

Caio Monstro derrotou Nick Ring na decisão unânime dos juízes;

Justin Scoggins derrotou Richie Vaculik por nocaute técnico no R1;

Krzysztof Jotko derrotou Bruno Carioca por decisão unânime dos juízes.

Alex Garcia derrotou Ben Wall por nocaute no R1.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments