Em grande estilo, Shogun nocauteia Te Huna e reencontra caminho das vitórias no UFC

Brasileiro precisou de pouco mais de um minuto para nocautear rival no UFC Fight Night 33, na Austrália

SHogunO brasileiro Mauricio Shogun precisou de pouco mais de um minuto para espantar a má fase. Vindo de duas derrotas consecutivas e ameaçado de demissão pelo presidente do UFC, Dana White, o ex-campeão dos meio-pesados nocauteou James Te Huna de forma sensacional. O duelo foi a segunda luta mais importante do UFC Fight Night 33, evento que acontece nesta sexta-feira (06), em Brisbane, na Austrália.

A luta

Diferente de suas últimas apresentações, Mauricio Shogun entrou no duelo ligado. Novamente acompanhado por seu irmão Murilo Ninja em seu córner,  que estava afastado em suas últimas lutas, o brasileiro começou o combate com boa movimentação. Shogun se esquivava das investidas de Te Huna e respondia aos ataques sempre foi eficiência.

Depois de rapidamente encontrar a distância, Mauricio encerrou a luta de maneira sensacional. Quando o australiano entrou no raio de ação para soltar um golpe de esquerda ele acabou pego no contragolpe Com um gancho, Shogun acertou o queixo do rival que foi ao chão.

Mesmo com James Te Huna já sem consciência, o brasileiro ainda acertou mais um golpe no oponente no solo e saiu para comemorar o triunfo.

Na entrevista após o embate ainda no octógono, Shogun não escondia a felicidade por reencontrar o caminho das vitórias. O ex-campeão dos meio-pesados agradeceu aos fãs, equipe, família e contou como encerrou a peleja. “Eu imaginava que ele fosse buscar o clinch e foi ali (quando Te Huna encurtou a distância) que peguei ele”, disse o brasileiro.

Bethe estreia com vitória

A estreia de Bethe Pitbull no UFC foi em grande estilo. A brasileira fez uma luta equilibrada contra Julie Kedzie e após 15 minutos de disputa, ela venceu na decisão dividida dos juízes.

A única luta feminina da noite começou equilibrada.  Kedzie trabalha com pisões, enquanto a brasileira dominava o centro do octógono e aplicava alguns jabs para medir a distância. Na segunda metade na etapa inicial, a brasileira tentou soltar o jogo e tentou abrir o jogo, aplicando dois bons overhands.

No segundo round, a norte-americana acertou um belo cruzado e balançou Bethe. Mas rápida no gatilho, a paraibana colocou a rival contra as grades e manteve o controle da peleja.

Com a disputa equilibrada, o terceiro assalto seria importante para definir a luta. E a brasileira foi quem levou a melhor. Pitbull tomou a iniciativa e buscou o combate contra Kedzie. Bethe combinou bons chutes e socos e até conseguiu uma queda para abrir vantagem.

Ao final, vitória de Bethe Pitbull na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28). Sem esconder a emoção, a brasileira se ajoelhou no octógono e foi as lágrimas.

Confira abaixo os resultados completos do UFC Fight Night 33:

Card Principal

Mark Hunt x Antônio Pezão

Mauricio Shogun derrotou James Te Huna por nocaute no R1;

Ryan Bader derrotou Anthony Perosh na decisão unânime dos juízes

Soa Palelei derrotou Pat Barry por nocaute no R1;

Clint Hester derrotou Dylan Andrews por nocaute técnico no R2;

Bethe Pitbull derrotou Julie Kedzie por decisão dividida dos juízes;

Card Preliminar

Takeya Mizugaki derrotou Nam Phan na decisão unânime dos juízes

Caio Monstro derrotou Nick Ring na decisão unânime dos juízes;

Justin Scoggins derrotou Richie Vaculik por nocaute técnico no R1;

Krzysztof Jotko derrotou Bruno Carioca por decisão unânime dos juízes.

Alex Garcia derrotou Ben Wall por nocaute no R1.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo
6 anos atrás

Dá pra ver pelo replay que o 2º soco que o Shogun desfere quando o Te Huna não acerta o adversário… na hora “h” ele socou o chão, ou seja, não acertou nenhum golpe com ele sem consciência.
Observe melhor antes de comentar caro repórter.