Pezão deixa revanche contra Hunt nas mãos do UFC: ‘Se eles quiserem, vai acontecer’

Brasileiro afirmou que um reencontro com o adversário no UFC Fight Night 33 depende apenas do desejo da organização

A. Silva (foto) ganhou o prêmio de "Luta da noite" do UFC Fight Night 33. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Silva (foto) ganhou o prêmio de “Luta da noite” do UFC Fight Night 33. Foto: Josh Hedges/UFC

Na última sexta-feira (06), Antônio Pezão protagonizou um combate eletrizante contra Mark Hunt, que acabou em um empate que, na opinião do presidente do Ultimate Dana White, premiou a atuação de ambos os atletas. Desde que o resultado final foi anunciado, uma revanche entre o brasileiro e o neozelandês tem sido aguardada, já que a prática é comum na organização quando há igualdade em um combate. Para Pezão, se esse for mesmo o desejo do UFC, ele vai reencontrar Hunt no octógono.

“Eu não escolho adversários. Eu luto contra qualquer um que puserem na minha frente. Mas sou funcionário do UFC. Se eles quiserem me colocar neste revanche, vai acontecer”, disse Antônio Silva em entrevista ao site “MMA Junkie”. Pezão também comentou o fato da luta ter sido indicada como uma das prováveis candidatas ao prêmio de luta do ano. “Eu me sinto lisonjeado. Se isso é o que os fãs estão dizendo, então deve ser verdade. Estou muito feliz que fomos capazes de proporcionar uma grande luta para todos”, garantiu.

Antônio Pezão, que afirmou que agora planeja levar a família em uma viagem para a Disneylândia, também comentou o combate e revelou que durante a luta não teve a consciência da dimensão que o duelo travado por ele e Hunt estava tomando. “As coisas foram acontecendo tão rápido, eu realmente não tive tempo para refletir sobre o quão boa a luta foi. Indo para o terceiro round, eu sabia que estava na luta mais difícil da minha vida”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments