Saída de GSP não incomoda Hendricks: ‘Meu mundo não gira ao redor dele’

Norte-americano diz que seu foco principal na carreira não é bater o canadense, mas sim conquistar o cinturão

Hendricks (esquerda) foi derrotado por GSP no UFC 167. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Hendricks (esquerda) foi derrotado por GSP no UFC 167. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

O anúncio de que Georges St. Pierre se afastaria das lutas por um período indeterminado e abriria mão de seu título não deixou Johny Hendricks incomodado.

Em novembro, o norte-americano esteve perto de destronar o canadense, que era o campeão dos meio-médios há cinco anos. Contudo, em uma decisão dos juízes apertada, ele foi derrotado. Escalado novamente para disputar o título, que agora está vago, Hendricks insistiu que seu objetivo final é ser campeão, independentemente de qual rival precisará bater para a conquista.

“Eu não ligo para isso. Se eu lutar com GSP de novo, eu lutarei com ele de novo. Se não lutar, eu não lutarei. Meu mundo não gira ao redor dele. Ele gira ao redor do cinturão”, declarou Hendricks, em entrevista ao programa MMA Hour, do site norte-americano MMA Fighting.

“Eu quero ter um alvo em minhas costas. Quero que todos venham atrás de mim. Essa é a minha meta desde que comecei a lutar. Quero que todos dizem ‘quero bater esse cara’. Por algum motivo, eu gosto desse tipo de pressão. Quanto mais você me tirar da minha zona de conforto, mais eu brilho”, acrescentou Hendricks.

No dia 15 de março de 2014, Hendricks terá nova chance de disputar o cinturão. Ele enfrentará Robbie Lawler para decidir quem passará a ocupar a lista de campeões do UFC. “Estou muito empolgado. Quem não ficaria? Descobri que vou lutar com um oponente muito duro, em Dallas, que é o quintal da minha casa. Será uma ótima luta e eu mal posso esperar”, comemorou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments