UFC 172: Com boxe afiado, Bethe Pitbull vence Jessamin Duke no card preliminar

Brasileira superou a participante do TUF 18 Jessamin Duke; confira os demais resultados das lutas preliminares

B. Pitbull (foto) está invicta em sua carreira. Foto: Josh Hedges/UFC

B. Pitbull (foto) está invicta em sua carreira. Foto: Josh Hedges/UFC

Esta cobertura é patrocinada por: Esta cobertura é patrocinada por EVERLAST

Única brasileira no card preliminar do UFC 172, neste sábado (26) em Baltimore (EUA), Bethe Pitbull não decepcionou, mostrando um boxe de alto nível, e venceu a participante do TUF 18 Jessamin Duke por decisão unânime dos juízes, mantendo-se invicta em sua carreira.

No início do primeiro round, Bethe e Jessamin se estudaram muito. A brasileira teve dificuldades para encontrar a distância da adversária, principalmente devido a maior envergadura da norte-americana. Mesmo assim, conseguiu conectar bons golpes na adversária.

No segundo assalto, Bethe conseguiu encurtar a distância e acertar a rival, mas passou por momentos difíceis devido ao jogo de quedas e o clinch do muay thai da norte-americana. Apesar disso, a atleta da “Pitbull Brothers” manteve um jogo sólido de pé e foi a agressora na parcial. O cenário se repetiu no terceiro assalto e Bethe Correia foi declarada vencedora por decisão unânime dos juízes. Agora, Pitbull tem um cartel invicto de oito vitórias, duas delas pelo UFC.

Benavidez se recupera de situação complicada e finaliza Elliot no primeiro round

Mais uma vez, Joseph Benavidez mostrou que só tem problemas contra o campeão Demetrious Johnson, único atleta a vencê-lo no octógono. Na luta que fechou o card preliminar do UFC 172, Benavidez finalizou Tim Elliot no primeiro assalto e conquistou sua sétima vitória no Ultimate.

Após começar em dificuldades, sendo quedado com facilidade por Elliot e ficando próximo de ser finalizado em um crucifixo, Benavidez conseguiu reverter a situação e finalizar o rival com uma guilhotina tão apertada, que fez com que Elliot tivesse que bater em desistência com os pés – ao invés das mãos.

Em combate de trocação franca, Takanori Gomi supera Isaac Vallie-Flagg

Considerado há alguns anos como o melhor peso leve do planeta, em seus áureos anos no extinto PRIDE, Takanori Gomi hoje vive um momento bem mais complicado no UFC. Ainda assim, o japonês ainda garante bons momentos no octógono e protagonizou um combate movimentado contra Isaac Vallie-Flagg, saindo vencedor na decisão.

Em todas as parciais, Gomi e Vallie-Flagg apostaram na trocação franca. Conhecido por sua explosão, o “Fireball Kid” Gomi apostava em colocar bem seus golpes, enquanto o norte-americano aplicava algumas sequências e trabalhava na média distância. Ao fim dos três rounds, mais incisivo, Takanori Gomi foi declarado vencedor por decisão unânime dos jurados, em um triplo 29-28.

Nocautes espetaculares abrem a noite em Baltimore

O evento em Baltimore foi aberto com dois combates que deram uma prévia de que a noite deve ser de alto nível. Chris Beal e Danny Castillo conseguiram dois nocautes limpos e superaram Patrick Williams e Charlie Brenneman, respectivamente.

O participante do TUF 18 Chris Beal manteve o domínio do combate, embora tenha sofrido alguns duros golpes, e chegou á vitória com um nocaute limpo no início do segundo round ao aplicar uma linda joelhada voadora, que deixou seu adversário Patrick Williams inconsciente.

Já Danny Castillo havia perdido o primeiro round para Charlie Brenneman, embora não tenha conseguido uma queda que poderia ter mudado a vantagem na parcial devido a uma segurada irregular na grade de seu oponente. Mas Castillo não precisou dos pontos. No início do segundo assalto, “Last Call”, como é conhecido, acertou um cruzado potente no queixo de Brenneman e garantiu a vitória.

Confira abaixo os resultados do UFC 172: 

CARD PRINCIPAL

Peso meio-pesado (até 93 kg): Jon Jones x Glover Teixeira;

Peso meio-pesado (até 93 kg): Phil Davis  x Anthony Johnson;

Peso médio (até 84 kg): Luke Rockhold x Tim Boetsch;

Peso leve (até 70,3 kg): Jim Miller x Yancy Medeiros;

Peso pena (até 66 kg): Max Holloway x Andre Fili .

CARD PRELIMINAR

Peso mosca (até 57 kg): Joseph Benavidez  finalizou Tim Elliott com uma guilhotina no R1;

Peso leve (até 70,3 kg): Takanori Gomi venceu Isaac Vallie-Flagg por decisão unânime;

Peso galo (até 61,2 kg): Bethe “Pitbull” Correia venceu Jessamin Duke por decisão unânime;

Peso leve (até 70,3 kg): Danny Castillo  venceu Charlie Brenneman por nocaute no R2;

Peso galo (até 61,2 kg): Chris Beal  venceu Patrick Williams por nocaute no R2.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments