GSF 10: Manhoef vence Cyborg e é desafiado por Paulão Filho ainda no ringue

Atleta da Chute Boxe reclamou de um golpe ilegal do holandês; confira todos os resultados do evento

M. Manhoef posa com o cinturão do Gringo. Foto: GSF/MMA4Ever

M. Manhoef posa com o cinturão do Gringo. Foto: GSF/MMA4Ever

Realizada neste domingo (27), em Nova Iguaçu (RJ), a 10ª edição do Gringo Super Fight foi marcada por fortes emoções. Na luta principal da noite, uma revanche válida pelo cinturão dos meio-médios, o brasileiro Evangelista Cyborg sofreu nova derrotado para holandês Melvin Manhoef. Após o triunfo, Manhoef foi desafiado, ainda no ringue, por Paulão Filho, que acabou confirmado como seu próximo adversário.

O combate entre Cyborg e Manhoef é uma reedição da luta pelo cinturão do Cage Rage, disputada em 2006. Na época, a dupla figurava na categoria de meio-pesados, com limite de peso até 93 kg, 16 kg a mais do que na revanche deste domingo. O confronto em Londres foi uma luta de muita trocação  e que ficou marcado na memória dos fãs. Desta vez, não houve tempo para muita ação. Logo aos 46 segundos do primeiro assalto, o holandês acertou uma joelhada em Cyborg e levou ao chão, vencendo por nocaute técnico após mais alguns golpes no solo. O resultado, no entanto, foi bastante questionado pelo brasileiro, que alegou ter sofrido uma joelhada ilegal, enquanto estava com três apoios no solo.

Mas as polêmicas não ficaram só por conta das reclamações de Cyborg contra o resultado da luta principal. Logo após o combate, enquanto Manhoef recebia o cinturão do Gringo Super Fight, Paulão Filho subiu ao ringue e desafiou o holandês para uma luta pelo título. O clima esquentou na encarada entre os atletas e eles tiveram que ser contidos pelos presentes. O combate marcará também uma revanche, já que Manhoef foi derrotado por Paulão no DREAM em 2009, e foi confirmado pelo presidente do GSF para o fim deste ano.

Confira abaixo todos os resultados do Gringo Super Fight 10:

CARD PRINCIPAL

Peso meio-médio (até 77 kg); Melvin Manhoef venceu Evangelista Cyborg por nocaute técnico no R1;

Peso médio (até 84 kg): Pedro Brum venceu Rodolfo Buda por finalização no R1;

Peso meio-médio (até 77 kg): Murilo Filho Venceu Lucas Hodack por finalização no R2;

Peso leve (até 70 kg): Fabio Verediano venceu Alexandre Pescoço por nocaute técnico no R3;

Peso pena (até 66 kg): Raush Manfio venceu Douglas Saraiva por interrupção médica (corte profundo na testa) no intervalo do R1 para o R2;

Peso mosca (até 57 kg): Aline Sério venceu Paula Baack por decisão dividida dos juízes;

Peso leve (até 70 kg): Alex Oliveira venceu Junior Luiz por finalização no R1.

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 66 kg): Paulo Gato Preto venceu Tony Fox por decisão unânime dos juízes;

Peso leve (até 70 kg): Thiago Babuíno venceu Paulo Ricardo por finalização no R2;

Peso mosca (até 57 kg): Almir Junior venceu Rafael Nem por nocaute técnico no R2.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments