Mendes diz que vai ‘prestar atenção’ para evitar que Aldo segure na grade em revanche

Norte-americano reencontra o brasileiro, seu algoz no UFC Rio 2, no dia 2 de agosto em Los Angeles (EUA)

C. Mendes (foto) foi derrotado por Aldo em 2012. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Mendes (foto) foi derrotado por Aldo em 2012. Foto: Josh Hedges/UFC

No primeiro encontro entre José Aldo e Chad Mendes, no UFC Rio 2 em 2012, o brasileiro segurou na grade do octógono para evitar uma queda pouco antes de girar e acertar a joelhada que nocauteou o desafiante. Dois anos e meio depois, Aldo e Mendes vão se reencontrar em uma luta válida pelo cinturão dos penas e o norte-americano quer garantir que o rival não vai repetir o mesmo movimento.

“Uma das coisas que vou prestar atenção é em não derrubá-lo perto da grade. Vou falar para os árbitros para prestarem atenção nisso antes da luta, para ele não segurar a grade”, disse o atleta da “Team Alpha Male” em entrevista ao podcast “MMA Hour”. “Não é algo com que fiquei obcecado. Simplesmente não era minha hora, mas era algo que mudaria a luta. Não sei se teria vencido aquela luta se o derrubasse, mas não teria levado aquela joelhada se ele tivesse caído. Não sei se venceria, não sei qual seria o resultado, mas com certeza a luta teria tomado outro rumo. Mas tudo acontece por uma razão”, completou.

Mendes ainda revelou que a realização do combate passou por muitos percalços até ser finalmente confirmada para o dia 2 de agosto, no UFC 176. “Teve duas vezes que a luta estava marcada, mas o Aldo estava recuando, dizendo que era muito cedo. E agora estamos aqui, (vai acontecer no dia) 2 de agosto. Foi muito frustrante. Houve duas mudanças. Primeiro, era para ser no card de 5 de julho, foi o que nos disseram. Aí quando o Weidman se machucou, eles estavam procurando por um evento principal lá (para o UFC 173, dia 24 de maio). Então eu disse que sim na mesma hora, mas ele (Aldo) disse não. Tinha oito semanas de antecedência, era muito cedo para o Aldo. Ele também não poderia lutar em 5 de julho. É estranho para mim, não faz sentido, mas agora está marcado para 2 de agosto”, afirmou.

No dia 2 de agosto, no Stapples Center, em Los Angeles (EUA), o brasileiro José Aldo põe o cinturão dos penas do Ultimate em jogo pela sétima vez na revanche contra Chad Mendes. O combate é a luta principal do UFC 176. Invicto desde novembro de 2005, Aldo, que tem um cartel de 24 vitórias e apenas uma derrota, é o único campeão da divisão até 66 kg na história do UFC, pois migrou do extinto WEC já na condição de detentor do título. Já Mendes, de 26 anos, tem um histórico de 16 vitórias e apenas um revés – justamente para o manauara.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments