Thiago Tavares lamenta lesão ‘simples’ que o tirou do UFC Berlim

Lutador brasileiro espera voltar em junho ou agosto e destaca boa preparação de Lyoto e Maldonado para o UFC São Paulo

T. Tavares (foto) lesionou a coxa e não pôde lutar em maio. Foto: Josh Hedges/UFC

T. Tavares (foto) lesionou a coxa e não pôde lutar em maio. Foto: Josh Hedges/UFC

Thiago Tavares é figura presente no TUF Brasil 3 Finale, que será realizado no dia 31 de maio em São Paulo (SP). Porém, por pouco isso não aconteceu. O catarinense estava escalado para fazer sua estreia na categoria dos penas no UFC Berlim, que acontece no mesmo dia da atração na capital paulista.

Tavares, que enfrentaria Tom Niinimaki na Alemanha, sofreu uma lesão que o obrigou a deixar o card. Assim, o brasileiro pôde ir a São Paulo para acompanhar dois lutadores de sua academia: Marcio Lyoto, que enfrenta Warlley Alves na decisão do TUF Brasil, e Fabio Maldonado, que encara Stipe Miocic na luta principal da noite.

Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, Tavares detalhou sua lesão. “Tive um estiramento muito simples na coxa que trava a perna. É uma ruptura muito simples. O médico falou que com 20 dias sem treinar eu iria ficar bom. Mas faltavam 16 dias para a luta”, lamentou Tavares, que, assim, já projeta seu retorno ao UFC. “É provável que eu esteja lutando no final de junho, começo de julho. É molezinha.”

Tavares pôde acompanhar de perto a preparação de Maldonado e Lyoto para o combate. “Ambos estão treinados. O Maldonado vem trabalhando muito a parte de defesas e tem uns ataques onde ele pode surpreender, um pescocinho, uns braços. O Lyoto vem em constante evolução, treinando muito. É um faixa azul de nível marrom ou preta”, destacou. “Posso botar a minha mão no fogo que eles estão bem treinados.”

Confira a entrevista completa com Thiago Tavares:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments