‘Soldado de Dana White’, Sonnen rejeita posto de sucessor: ‘Se sair, saio também’

Lutador agradeceu a lembrança por parte do dirigente, mas disse que o seguiria em qualquer atividade

C. Sonnen (esq.) entrevista D. White (dir.) na TV norte-americana. Foto: Reprodução/FS1

C. Sonnen (esq.) entrevista D. White (dir.) na TV norte-americana. Foto: Reprodução/FS1

Reconhecidamente um dos lutadores com maiores habilidades na comunicação, Chael Sonnen já vem marcando seu nome no UFC fora dos octógonos. Presença garantida nos programas de TV da organização, o norte-americano foi indicado pelo presidente Dana White como seu possível sucessor no futuro. Apesar de agradecer a lembrança, Sonnen preferiu rejeitar o posto e se declarar um militante fervoroso de White.

“Eu sou um ‘Soldado do Dana White’. Se um dia ele sair do UFC, eu saio com ele. Se um dia ele resolver ir trabalhar no mercado musical, eu vou também. Eu agradeço por ele ter lembrado de mim, mas não há possibilidade de  eu substituí-lo um dia”, afirmou Chael, em entrevista ao programa “FOX Sports Live”, na TV norte-americana.

Aos 37 anos, Chael Sonnen possui um cartel de 28 vitórias, 14 derrotas e uma luta sem resultado. Nos últimos meses, Chael esteve envolvido com o The Ultimate Fighter Brasil 3, em que foi treinador ao lado do rival Wanderlei Silva. O norte-americano enfrentaria o Cachorro Louco no UFC 175,mas o brasileiro acabou retirado do card após recusar-se a passar por um exame antidoping da Comissão Atlética de Nevada. Agora, Sonnen enfrenta o “Fenômeno” Vitor Belfort no card do dia 5 de julho, em Las Vegas (EUA).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments