Ben Henderson finaliza russo e Rafael dos Anjos volta a vencer no UFC Fight Night 42

Ex-campeão dos leves bate russo em luta dura e brasileiro vencer no UFC dois meses após revés

MDesta vez sem polêmica, mas com muita autoridade, Ben Henderson emplacou mais uma vitória no Ultimate. O ex-campeão dos leves, que em suas últimas cinco vitórias, quatro foram em decisões contestadas, travou uma grande luta contra o russo Rustam Khabilov. Mas em uma boa combinação de socos, seguidos de um rápido mata-leão deram a vitória a ‘Bendo’. O combate foi a atração principal do UFC Fight Night 42, evento realizado na noite deste sábado (07), no Novo México, Estados Unidos.

A luta

O combate entre Ben Henderson e Rustam Khabilov foi equilibrado e repleto de alternâncias desde o início. O russo começou melhor, trabalhando com movimentação e aplicando quedas certeiras. Mas no segundo round, Henderson se recuperou. O ex-campeão usou a envergadura para somar pontos e passou a maior parte do tempo no controle da luta de solo.

No terceiro round, o equilibrio veio novamente à tona, com leve vantagem para Bendo. Apesar da superioridade do rival, Khabilov não abria mão de seu jogo e sempre levava perigo no contragolpe e nas insistentes tentativas de queda.

Com o duelo equilibrado e cheio de alternância a uma nova decisão dos juízes se tornava cada vez mais próxima. Como Bendo vinha sendo duramente criticado por triunfos desta forma contra Frankie Edgar (duas vezes), Gilbert Melendez e Josh Thomson, ele tratou logo de encerrar a peleja antes do round final.

Depois de combinar um uppercut com um direto, que levaram Khabilov a dobrar o joelho, Ben Henderson rapidamente foi para as costas, encaixou o mata-leão e forçou o russo a desistir da peleja.

Ainda no octógono, Ben Henderson não escondeu o desejo de voltar a disputar o título da categoria. “O cinturão não está sendo defendido. Quem quiser lutar pelo cinturão, venha me ver”,  – afirmou o lutador provocando Pettis, atual dono do título.

Dos Anjos volta a vencer

Assim como Ben Henderson, o brasileiro Rafael dos Anjos está de volta a corrida pela chance de lutar pelo cinturão dos leves. Depois de ser derrotado pelo russo Khabib Nurmagomedov, em abril, e perder uma série de cinco triunfos, o faixa-preta carioca fez uma boa luta contra contra Jason High. Mas após um primeiro round equilibrado, ele conseguiu o nocaute técnico no final da segunda parcial.
Rafael dos Anjos

Rafael entrou no octógono como amplo favorito na luta, mas High teve um início quente. O norte-americano encontrou primeiro a distância, conectou alguns socos, encurtou e conseguiu a queda. No solo, Jason não trabalhou com muitos golpes, mas mantinha o controle. Após o brasileiro conseguir se livrar do rival para se levantar ele acabou pego em uma joelhada no rosto. Apesar do susto, dos Anjos não se intimidou e terminou a parcial melhor, por cima de Jason na luta de solo.

No segundo round, Rafael, mostrando melhor preparo físico, se impôs. Apesar de ter sido novamente quedado, ele rapidamente se levantou e continuou melhor na trocação. O brasileiro acertou  combinação de dois socos em High, que foi a knockdow. No chão, o brasileiro prende um dos braços do norte-americano e golpeou sua cabeça até o árbitro encerrar a disputa.

Após o triunfo, Rafael não escondeu a felicidade pela recuperação, mas ainda não pensa em novo adversário. “Não tenho ideia de quem enfrentar, quero pegar os melhores. Se o Cain Velasquez pisar aqui e quiser lutar comigo, eu luto”, disse o empolgado brasileiro ainda no octógono.

Confira abaixo os resultados completos do UFC Fight Night 42:

Ben Henderson finalizou Rustam Khabilov com um mata-leão no R4

Diego Sanchez derrotou Ross Pearson na decisão unânime dos juízes;

John Dodson derrotou John Moraga por nocaute técnico no R2;

Rafael dos Anjos derrotou Jason High por nocaute técnico no R2;

Piotr Hallmann finalizou Yves Edward com um mata-leão R3;

Bryan Caraway finalizou Erik Perez com um mata-leão no 2R

Sergio Pettis derrotou Yaotzin Meza na decisão unânime dos juízes;

Lance Benoist derrotou Bobby Voelker na decisão unânime dos juízes;

Scott Jorgensen derrotou Danny Martinez na decisão unânime dos juízes;

Jon Tuck derrotou Jake Lindsey por nocaute técnico no R3;

Patrick Cummins derrotou Roger Narvaez por nocaute técnico no R2;

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments