Chris Weidman: ‘Acho Lyoto mais completo do que Anderson Silva’

Campeão dos médios destacou o wrestling e a força física do Dragão para justificar seu ponto de vista

C. Weidman (foto) encara L. Machida no UFC 175. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Weidman (foto) encara L. Machida no UFC 175. Foto: Josh Hedges/UFC

Invicto como profissional e campeão dos médios do UFC, Chris Weidman é dono de um feito que dificilmente será igualado por outro atleta: vencer por duas vezes consecutivas Anderson Silva, considerado por muitos o maior lutador de MMA de todos os tempos. Apesar disso, o norte-americano acredita que está prestes a enfrentar um desafio ainda maior no próximo sábado (5), quando põe seu título em jogo contra Lyoto Machida. Na opinião de Weidman, Machida é um lutador ainda mais completo que o Spider.

“É difícil comparar, mas acho que o Lyoto é mais completo do que o Anderson Silva. Digo isso em relação ao quanto ele é perigoso na trocação e na movimentação. O Anderson Silva também tinha isso, mas acho que o Lyoto tem mais. O wrestling dele também é melhor. E, fisicamente, é um pouco mais forte”, afirmou o campeão em conversa com a imprensa após os treinos abertos do UFC 175, em trecho reproduzido pelo site do canal “Combate”.

Ao falar do Spider, Weidman lembrou as vitórias sobre o ex-campeão e afirmou que, apesar de ter se sentido incomodado pelo segundo combate ter terminado com uma lesão do adversário, considera que suas vitórias foram incontestáveis. “Na primeira vez que nocauteei o Anderson, disseram que tive sorte porque ele estava com as mãos abaixadas. Mas é isso o que ele faz, e eu foquei nisso. O trabalho dele é dar socos na cara dos outros, e o meu também. Ele levou um soco na cara e caiu. Faz parte do esporte. A segunda luta definitivamente não terminou da maneira como eu queria. Ver uma lesão daquelas é terrível. O que você quer é nocautear ou finalizar o adversário. Aquilo não é normal. Eu não fiquei feliz depois da luta. Eu mal conseguia sorrir. Até tentei, meus treinadores me incentivavam. Mas acho que eu tive uma vitória limpa”, analisou.

Neste sábado (5), no Mandalay Bay em Las Vegas (EUA), Chris Weidman põe o cinturão dos médios em jogo pela segunda vez ao enfrentar Lyoto Machida na luta principal do UFC 175. Na luta co-principal da noite, a campeã da categoria peso galo feminina Ronda Rousey encara a desafiante Alex Davis. Além disso, ainda no card principal, o participante do TUF Brasil 2 Thiago Marreta enfrenta o “Homem Ambulância” do TUF 17 Uriah Hall, em duelo válido pela divisão até 84 kg.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments