Em estreia no peso galo, Kleydson Rodrigues é finalizado por rival invicto e se complica no UFC Paris

Adversário de Farid Basharat, brasileiro vai mal e sofre nova derrota na organização

Farid Basharat finaliza Kleydson Rodrigues no UFC Paris. Foto: Reprodução/Instagram

Em sua estreia no peso galo (até 61,2kg.) do Ultimate, Kleydson Rodrigues sofreu nova derrota na companhia. Adversário do invicto Farid Basharat no card preliminar, o brasileiro acabou frustrado pela versatilidade do adversário e não teve chances no embate. Ainda no primeiro round, o amapaense sucumbiu a um katagatame encaixado e bateu em desistência.

Com a derrota, Rodrigues teve o sinal de alerta ligado na companhia. O tropeço diante de Basharat marca o segundo resultado negativo do brasileiro em três desafios na empresa.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Ciryl Gane Sergey Spivak

Promessa da organização, Basharat voltou a convencer. Com o show diante de Kleydson, o lutador chegou à 11ª vitória no MMA profissional, e segue sem nunca ter sentido o sabor de um revés.

Sinal amarelo

Logo nos segundos iniciais, Kleydson assustou o adversário com um chute alto, obrigando o oponente a caminhar para trás. Na sequência, o brasileiro tentou chegar às costas, mas acabou levado para o chão. Por cima, Farid passou a controlar as ações e conseguiu chegar à montada. Por cima, Basharat golpeava, até que ‘KR’ explodiu e conseguiu ficar de pé. Depois da ação do tupiniquim, Farid seguiu pressionando e voltou a derrubar o amapaense. Basharat era agressivo no ground and pound e impedia a reação de Rodrigues. No minuto final, Farid conseguiu encaixar o katagatame e obrigou o brasileiro a bater em desistência.

PUBLICIDADE:

Nocauteadores entregam luta emocionante

Ange Loosa golpeia Rhys McKee no UFC Paris. Foto: Reprodução/Instagram

Representantes dos meio-médios (até 77,1kg.), Ange Loosa e o irlandês Rhys McKee entregaram um confronto emocionante aos fãs de MMA. Conhecidos por sua agressividade, os lutadores agitaram o público em luta de trocação franca. Ao fim de três rounds, o compatriota de Conor McGregor acabou superado na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

De volta ao Ultimate após quase três anos, McKee não teve sucesso em sua reestreia. Além de protagonizar imagem forte, tendo o rosto desfigurado pelas ações do rival, o lutador teve encerrada uma sequência de três triunfos.

Promessa da categoria liderada por Leon Edwards, Loosa iniciou série de resultados positivos na empresa. Agora, o representante do Congo acumula duas vitórias seguidas.

Francesa estreia com vitória em luta parelha

Nora Cornolle (esq.) derrotou Joselyne Edwards no UFC Paris. Foto: Reprodução/Instagram

PUBLICIDADE:

Mesmo sem performance convincente, Nora Cornolle estreou com vitória no UFC Paris. Representante do peso galo (até 61,2kg.), a francesa travou confronto parelho com a experiente Joselyne Edwards e, apesar de ser vítima de quedas ao longo do embate, acabou mais eficaz na trocação. Ao fim de três rounds, a ‘atleta da casa’ foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

Com a vitória, Cornolle não só garante o triunfo no debute, como amplia o bom momento. Agora, a lutadora acumula sete vitórias consecutivas na carreira.

Mesmo surpreendendo a adversária com quedas durante o confronto, Edwards não conseguiu convencer os juízes laterais. O tropeço encerra série de três resultados positivos da panamenha.

Estreante portuguesa domina e complica rival

Jacqueline Cavalcanti (esq.) em luta no UFC Paris. Foto: Reprodução/Instagram

Escalada de última hora para substituir a lesionada Hailey Cowan, Jacqueline Cavalcanti teve performance de gala em seu debute. Nem um assustador dedo no olho assustador sofrido no primeiro round da luta contra Zarah Fairn interrompeu o ímpeto da lutadora. Ao fim de três rounds dominantes, a portuguesa foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

Ex-campeã do LFA, Cavalcanti amplia o bom momento na carreira. Agora, a representante do peso galo (até 61,2kg.) soma quatro resultados positivos em sequência.

Anulada na luta, Zarah Fairn se complicou de vez na organização. Mesmo com a torcida a favor, a francesa não conseguiu vencer e atingiu a marca de quatro tropeços seguidos, correndo risco de ser integrada à temida lista de dispensa.

Resultados do UFC Paris

CARD PRINCIPAL

Pesos pesados (até 120,2kg): Ciryl Gane derrotou Sergey Spivak por nocaute técnico a 3m44s do R2

Peso mosca (até 56,7kg): Manon Fiorot derrotou Rose Namajunas na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg): Benoit Saint-Denis derrotou Thiago Moisés por nocaute técnico no R2

Peso meio-pesado (até 93kg): Volkan Oezdemir finalizou Bogdan Guskov com um mata-leão a 3m46s do R1

Peso pena (até 65,7kg): William Gomis derrotou Yanis Ghemmouri por nocaute técnico a 2m20s do R3

Peso pena (até 65,7kg): Morgan Charriere derrotou Manolo Zecchini por nocaute a 3m51s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso galo (até 61,2kg): Taylor Lapilus derrotou Caolan Loughran na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77,1kg): Ange Loosa derrotou Rhys McKee na decisão unânime dos juízes (30-27- 29-28, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg): Nora Cornolle derrotou Joselyne Edwards na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg): Farid Basharat finalizou Kleydson Rodrigues com um katagatame a 4m15s do R1

Peso casado (até 63,5kg): Jacqueline Cavalcanti derrotou Zarah Fairn na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Estatísticas do UFC Paris

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88