Belfort recebe licença em Las Vegas e confirma luta contra Weidman para dezembro

Brasileiro aceitou termos estipulados pela Comissão Atlética de Nevada e confirmou luta contra Weidman na sequência

Belfort analisa documentos durante reunião na NSAC. Foto: Reprodução/Twitter

Belfort analisa documentos durante reunião na NSAC. Foto: Reprodução/Twitter

Após meses de indecisão e expectativa, Vitor Belfort está finalmente liberado para lutar em Las Vegas (EUA). Depois de ser flagrado com altos níveis de testosterona em um exame surpresa em fevereiro, e já possuir um antecedente ligado a antidoping em 2006, o brasileiro compareceu a uma audiência na Comissão Atlética de Nevada nesta quarta-feira (23) e conseguiu sua licença para atuar no estado. De quebra, Belfort confirmou que já possui um acordo para enfrentar Chris Weidman no dia 6 de dezembro, em Vegas, no UFC 181.

LEIA TAMBÉM:
Dillashaw promete evolução para revanche: ‘Barão vai se surpreender’
– Atualização adiciona campeão Dillashaw ao videogame EA Sports UFC
– Barboza pede revanche contra Cerrone: ‘Resultado será diferente’

Para conseguir a liberação, Vitor primeiramente apresentou sua defesa. Em seu depoimento, Vitor assumiu que estava com níveis altos de testosterona em fevereiro, mas que a condição havia sido explicada por seu médico devido ao fato do lutador ter ministrado doses de testosterona dias antes do exame. Belfort também afirmou que quer mostrar que é um grande atleta que segue as regras e garantiu que não lutará em nenhum outro lugar sem a autorização de Nevada. Durante sua fala, o brasileiro chegou a chorar em alguns momentos.

Posteriormente, o brasileiro concordou em seguir três recomendações centrais apresentadas pelos comissários e sem as quais sua licença não seria concedida, são elas: não lutar antes de dezembro de 2014, data estipulada pelo próprio lutador em seu depoimento; não fazer sua próxima luta fora de Las Vegas; e aceitar passar por testes antidoping surpresa daqui até o dia de sua próxima luta, os quais ele próprio deverá arcar com os custos de realização.

Anúncio de disputa em Vegas frustra expectativa brasileira

Os fãs de Vitor Belfort no Brasil, apesar de ficarem felizes com o sucesso do lutador na obtenção de sua licença mesmo diante de um cenário cercado de pessimismo, não devem estar comemorando a notícia em sua totalidade. Isso porque, com as condições estipuladas pela NSAC, a realização do duelo entre Vitor e Weidman em solo brasileiro está descartada – devido às imposições de data-mínima e local para o retorno o brasileiro ao octógono. Nos últimos dias, após a divulgação de que o UFC 179 poderia ser transferido do Rio de Janeiro (RJ) para Curitiba (PR), havia a expectativa inclusive de que a disputa do cinturão dos médios pudesse encabeçar o card na Arena da Baixada, o que não deve se confirmar.

ATUALIZAÇÃO (23/07 , às 15:26):

Poucos minutos após o encerramento da sessão na Comissão Atlética de Nevada, o Ultimate confirmou a informação passada por Vitor na audiência e anunciou Belfort x Weidman como luta principal do UFC 181. A organização usou seus perfis nas redes sociais para divulgar a novidade e comemorar a aprovação da moção do brasileiro junto à CSAC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments