Edson Barboza pede revanche contra Cerrone: ‘O resultado será completamente diferente’

Brasileiro foi derrotado pelo Cowboy em abril; lesão de Nurmagomedov pode favorecer interesse do peso leve

E. Barboza (dir.) não esconde desejo de reencontrar D. Cerrone (esq.). Foto: Josh Hedges/UFC

E. Barboza (dir.) não esconde desejo de reencontrar D. Cerrone (esq.). Foto: Josh Hedges/UFC

Apesar de ter reencontrado o caminho da vitória com o nocaute sobre Evan Dunham no UFC Fight Night 45, o peso leve Edson Barboza não tira sua última derrota da cabeça. Atualmente na nona posição do ranking da divisão até 70 kg, o brasileiro quer ter a chance de passar a limpo o revés sofrido para Donald Cerrone em abril deste ano. Por isso, Barboza pediu uma revanche contra o “Cowboy” e garantiu que desta vez o resultado vai ser bem diferente do último encontro entre eles.

“Eu quero me testar contra qualquer um a minha frente no ranking, especialmente o Cerrone. Se eles me derem uma outra luta contra ele o resultado será completamente diferente. Meu objetivo é lutar com os melhores. A cada vez que eu luto, eu me sinto mais preparado. Depois da minha luta com Cerrone, percebi que estou no mesmo nível dele. Eu posso lutar com qualquer um (no top-10). Eu quero um oponente bem classificado e eu vou estar pronto. Se eu fizer o meu jogo, posso vencer qualquer um”, disse Barboza, em entrevista ao site “MMA Fighting”.

Após vencer Jim Miller no UFC Fight Night 45, na luta que sucedeu o triunfo de Edson sobre Dunham, Cerrone foi desafiado pelo russo Khabib Nurmagomedov e o combate parecia cada vez mais próximo de ser concretizado. Porém, Nurmagomedov sofreu uma lesão no joelho e só voltará a lutar em 2015. Para Barboza, essa era a deixa que faltava para a revanche contra seu último algoz. “Ele estava agendado para lutar contra o russo, mas a luta caiu. Quem sabe, talvez o UFC vai me dar outra oportunidade de lutar com ele. Eu tenho certeza que seria uma grande luta”, concluiu. Aos 28 anos, Edson Barboza possui um cartel profissional de 14 vitórias e apenas duas derrotas como profissional.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments