‘Minha família não queria que eu voltasse’, revela Anderson Silva

Spider comentou que decisão de voltar contra Nick Diaz, no UFC 183, em janeiro, não agradou os familiares

A. Silva (foto) volta ao UFC em janeiro de 2015. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

A. Silva (foto) volta ao UFC em janeiro de 2015. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

O apoio familiar é usualmente destacado como um dos principais fatores que motivam atletas de alto rendimento a seguirem com suas carreiras e superarem momentos de dificuldade. Mas no caso de Anderson Silva, as coisas aconteceram de uma forma um pouco diferente. Com seu retorno ao octógono confirmada para o dia 31 de janeiro de 2015, quando enfrenta Nick Diaz, Anderson revelou que sua decisão gerou um impasse em casa, já que a família não concorda com sua volta.

“Minha família não queria que eu voltasse. Eles não estão felizes com isso. Eles compreendem o que sinto e o que eu gosto de fazer. Mas por eles eu não estaria de volta não”, disse o Spider, em trecho de conferência de imprensa reproduzido pelo portal “Terra” nesta sexta-feira (01). “Acho que nenhuma família quer ver seu filho em uma guerra. E depois do acidente que sofri, com a minha não seria diferente”, completou.

O Spider também aproveitou para comentar como se sente após a cirurgia na perna esquerda e se pensa em retirar a placa de titânio que foi colocada no local durante o procedimento. “Não (tenho medo de chutar). Foi um acidente de trabalho e agora é voltar como sempre, treinar e fazer o que eu gosto. Não me incomoda (a placa de titânio), mas antes dessa luta não há chance de retirar. Na verdade, tem algumas pessoas que tiram, mas se não incomodar não precisa tirar”, afirmou.

No dia 28 de dezembro de 2013, Anderson Silva sofreu uma grave fratura na perna esquerda durante sua revanche contra Chris Weidman. Após passar o primeiro semestre deste ano em fase de recuperação, o Spider foi confirmado como protagonista da luta principal do UFC 183, no dia 31 de janeiro de 2015. No evento em Las Vegas (EUA), Anderson enfrenta o norte-americano Nick Diaz, que também retorna ao Ultimate após quase dois anos de aposentadoria.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments