Jones abandona modéstia, cita cartel impecável e rebate Cormier; assista

Campeão disse que DC não pode apresentar nada de novo e desdenhou dos desafios já enfrentados pelo rival

Jones (foto) tem sete defesas de cinturão consecutivas. Foto: Josh Hedges/UFC

Jones (foto) tem sete defesas de cinturão consecutivas. Foto: Josh Hedges/UFC

Para quem achava que o clima entre Jon Jones e Alexander Gustafsson era hostil, a intensidade com que tem se desenvolvido a rivalidade entre o campeão dos meio-pesados e seu novo desafiante Daniel Cormier deve ser surpreendente. Após ouvir de Cormier que ele já sabia o que fazer para vencê-lo no UFC 178, Jones rebateu DC e simplesmente abandonou a modéstia de vez, apontou as principais ameaças que os competidores que lhe desafiaram apresentavam antes de serem vencidos.

“As mãos dele são muito rápidas’. ‘O jiu-jitsu dele é muito bom’. ‘O wrestling dele é muito bom’. ‘Ele é muito rápido’. ‘Ele é muito experiente’. ‘Você não pode vencer o caratê dele’. ‘Não dá pra vencer seu tempo de luta’. Eu literalmente já ouvi de tudo. Tudo!”, disse o campeão em um vídeo divulgado em seu perfil oficial no Instagram, em que faz menção desde Rashad Evans e Alexander Gustafsson até Lyoto Machida e Vitor Belfort.

Mas Jones não deixou só por isso. Além de exaltar seu próprio cartel, o campeão desdenhou dos desafios já enfrentados por Cormier até aqui. “Eu mal posso esperar para olhar a cara do Daniel quando ele perceber que eu não tenho nada a ver com Dan Henderson ou Patrick Cummings”, disparou “Bones”, desta vez por meio de sua conta no Twitter.

No dia 27 de setembro, no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas (EUA), Jon Jones e Daniel Cormier acertam suas diferenças no octógono e disputam o cinturão dos meio-médios na luta principal do UFC 178. Cormier conseguiu a chance de disputa o título após a lesão de Alexander Gustafsson – que enfrentaria Jones em uma revanche da “Luta do ano de 2013”, mas acabou se lesionando durante sua preparação para o combate.

Assista abaixo ao vídeo-resposta divulgado por Jon Jones:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments