Bellator confirma retorno de categoria feminina e assina com duas lutadoras

Organização de Scott Coker terá divisão dos penas (até 66 kg) e contrata veterana Marlos Coenen e Julia Budd

Bellator celebra contratação de Conen (esq.) e Budd (dir.). Foto: Reprodução/Bellator

Bellator celebra contratação de Conen (esq.) e Budd (dir.). Foto: Reprodução/Bellator

Nesta quinta-feira (14), o Bellator confirmou o retorno de lutas femininas na organização após quase dois anos, criando de forma oficial a divisão dos penas (até 66 kg). De quebra, também foram anunciadas as contratações de Marloes Coenen e Julia Budd, que se tornam as primeiras atletas confirmadas no Bellator.

As duas atletas tiveram passagem pelo Strikeforce, evento organizado por Scott Coker, hoje diretor executivo do Bellator. Coenen, de 33 anos de idade, é profissional do MMA desde 2000, com um cartel de 21 vitórias e seis derrotas. Nos últimos três reveses, perdeu para atletas conhecidas: duas para Cris Cyborg, em 2010 e 2013, e uma para Miesha Tate, em 2011. Budd, dois anos mais jovem, tem um retrospecto de seis vitórias e duas derrotas, estas contra as lutadoras do UFC Ronda Rousey e Amanda Nunes. Coenen e Budd deverão se enfrentar ainda este ano, em combate cuja data ainda será oficializada.

A categoria pena feminina não faz parte da atual lista do UFC, que, entre as mulheres, conta com atletas dos galos (até 61 kg) e palhas (até 52 kg). Recentemente, o Bellator esteve envolvido em rumores que indicavam um iminente acerto com Gina Carano, embora nada ainda tenha sido oficializado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments