Mesmo com vitória rápida sobre Pezão, Arlovski pode ficar fora por seis meses

Bielorrusso recebeu suspensão médica de seis meses da CABMMA e depende da liberação de um especialista para retornar antes do prazo

Arlovski (foto) pode ficar até seis meses parado por uma lesão no punho. Foto: Josh Hedges/UFC

Arlovski (foto) pode ficar até seis meses parado por uma lesão no punho. Foto: Josh Hedges/UFC

Apesar da vitória incontestável sobre Antônio Pezão e a escalada de nada menos do que sete posições no ranking de pesos pesados após o triunfo, nem todas as notícias são boas para Andrei Arlovski no UFC Brasília. De acordo com a lista de suspensões médicas do evento, o bielorrusso pode ficar até seis meses fora de combate caso seja confirmada uma lesão em seu punho.

A lista, de responsabilidade da Comissão Atlética Brasileira de MMA, foi divulgada pelo site norte-americano “MMA Junkie”. Segundo o documento, Arlovski deverá fazer uma radiografia nas próximas semanas e sua volta ao octógono só será autorizada mediante liberação de um médico especialista.

Além de Arlovski, o mexicano Efrain Escudero também recebeu 180 dias de suspensão, devido a um problema em seu joelho. Já entre os brasileiros, Antônio Pezão e Igor Araújo, ambos nocauteados na noite, tomaram um gancho de 60 dias, sendo que deverão permanecer um mês e meio sem qualquer tipo de atividade de contato.

Confira abaixo a lista de suspensões médicas, acima do mínimo, do UFC Brasília:

Andrei Arlovski : 180 dias – precisa passar por uma radiografia no punho;

Antonio Pezão: 60 dias – sem contato por 45 dias;

Gleison Tibau: 60 dias – sem contato por 30 dias;

Piotr Hallman: 60 dias – precisa de liberação médica por causa de seu maxilar;

Leo Santos: 30 dias – sem contato por 21 dias;

Efrain Escudero: 180 dias – precisa ter o joelho reavaliado;

Wendell Oliveira: 45 dias – sem contato por 30 dias;

Iuri Marajó: 30 dias – sem contato por 21 dias;

Russell Doane: 45 dias – sem contato por 30 dias;

George Sullivan: 30 dias – sem contato por 21 dias;

Igor Araujo: 60 dias – sem contato por 45 dias.

Francisco Massaranduba: 30 dias – sem contato por 21 dias;

Leandro Buscapé: 30 dias – sem contato por 21 dias;

Paulo Thiago: 45 dias – sem contato por 30 dias.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments