Ex-UFC Jake Shields estreia com vitória rápida no WSOF e já pede cinturão

Ex-campeão do Strikeforce venceu Ryan Ford no WSOF 14, que marcou a disputa do primeiro título peso pesado da organização

J. Shields (foto) estreou com vitória no WSOF. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Shields (foto) estreou com vitória no WSOF. Foto: Josh Hedges/UFC

Cada vez mais um refúgio para atletas que deixaram o Ultimate, o World Series of Fighting viu no último fim de semana a estreia de mais um ex-atleta do UFC. Na luta principal do WSOF 14, o norte-americano Jake Shields venceu o canadense Ryan Ford por finalização em pouco mais de quatro minutos e já pediu uma disputa de cinturão na categoria meio-médio em entrevista concedida ainda no cage.

PUBLICIDADE:

Apesar do triunfo aos 4m29s do primeiro assalto, Shields passou por momentos complicados na reta inicial do combate em Edmonton (Canadá). Logo nos primeiros momentos da luta, o norte-americano sofreu um duro knockdown do adversário, mas conseguiu reverter o cenário, levar a luta para o solo e conseguir encaixar um mata-leão que pôs fim ao combate, e garantir sua décima primeira finalização na carreira.

Caso o desejo de Shields seja atendido e ele seja o próximo a lutar pelo título da divisão até 77 kg do WSOF, o ex-campeão do extinto Strikeforce terá pela frente outro veterano do UFC, já que o cinturão será posto em jogo no próximo dia 13 de dezembro, quando Rousimar Toquinho e Jon Fitch, ambos com passagem pelo octógono, duelam no WSOF 16.

PUBLICIDADE:

Smealinho Rama fatura cinturão inaugural dos pesados

Além da estreia de Shields, o WSOF 14 marcou também a primeira disputa do cinturão dos pesados na organização presidida por Ray Sefo. Lutando em casa, o canadense Smealinho Rama conseguiu um nocaute relâmpago, em apenas 51 segundos, sobre o norte-americano Derrick Mehmen e faturou o título da divisão até 120 kg.

PUBLICIDADE:

Confira abaixo todos os resultados do WSOF 14:

PUBLICIDADE:

Jake Shields venceu Ryan Ford por finalização (mata-leão) no R1;

Smealinho Rama venceu Derrick Mehmen por TKO no R1;

Chris Horodecki venceu Luis Huete por decisão unânime dos juízes;

Jared Hamman venceu Luke Harris por TKO no R1;

Tim Hague venceu Craig Hudson por TKO no R3;

Hakeem Dawodu venceu Mike Malott por TKO no R1;

Matt Baker venceu Cody Krahn por finalização (chave de braço) no R1;

Roger Alves venceu David Swanson por decisão unânime dos juízes.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?

Comentários

Deixe um comentário