Belfort não se preocupa com longo tempo sem lutar e diz que vai ‘surpreender’ Weidman

Brasileiro falou sobre sua rotina de treinos e disse que intensificará a preparação a partir de janeiro

Belfort (foto) encara Weidman somente em 2015. Foto: Josh Hedges/UFC

Belfort (foto) encara Weidman somente em 2015. Foto: Josh Hedges/UFC

Para muitos atletas, manter um volume constante de lutas é importante para garantir o ritmo. Já em outros casos, a preferência é por garantir intervalos agendados entre os combates para aprimorar a preparação. Independentemente da opção que fizer, o fato é que Vitor Belfort estará a quase um ano e meio sem pisar no octógono quando enfrentar Chris Weidman, em duelo que deve acontecer apenas no primeiro trimestre de 2015. Apesar do longo tempo afastado, e dos sucessivos adiamentos de seu duelo pelo cinturão dos médios, o “Fenômeno” assegura que irá surpreender Weidman quando finalmente soar o gongo.

“O fato de eu não ter lutado em 2014 somente fará com que meus oponentes se surpreendam com o meu desempenho. Eu tive tempo para me adaptar e evoluir ainda mais. Apesar de não ter lutado, eu trabalhei duro na Blackzilians (sua academia, na Flórida) e gastei esse tempo todo me preparando para vencer meu terceiro título em diferentes categorias de peso no UFC”, disse Belfort, em entrevista ao site “MMA Fighting”.

Apesar de ter visto seu combate pelo cinturão ser adiado duas vezes desde o início do ano, Vitor fez uma avaliação positiva de 2014. “O ano de 2014 foi realmente cheio de adiamentos e reviravoltas, mas eu estou certo de que tais adversidades vão apenas tornar-me mais forte e pronto para os próximos desafios. E estava esperando lutar e conquistar o título, mas eu acredito que tudo ocorre por uma razão. Minha rotina de treinamento é intensa, é parte do meu estilo de vida. Eu continuarei focado, me reinventando e ficando mais forte a cada dia, esperando pela luta”, garantiu.

Ao falar de sua rotina de treinos, o “Fenômeno” revelou que intensificará os trabalhos a partir do início do próximo ano. “O mês que antecede a luta é quando os treinos mais pesados acontecem e, como adiaram a luta, este treino intenso vai acontecer em janeiro. Até lá, eu continuo com minha rotina normal, que é muito disciplinada e focada nos meus objetivos. Eu tenho 18 anos de carreira profissional e minha preparação não depende da programação de lutas”, afirmou.

Aos 37 anos, Vitor Belfort tem um cartel profissional de 24 vitórias e dez derrotas. O “Fenômeno”, como é conhecido, enfrentaria Chris Weidman pelo cinturão dos médios no UFC 173, em maio, mas o duelo acabou adiado após o brasileiro apresentar altos níveis de testosterona em um teste surpresa, em uma série de eventos que culminou no fim das isenções para o uso do TRT. O duelo foi reagendado para o UFC 181, no dia 6 de dezembro, mas teve que ser novamente prorrogado após Weidman sofrer uma lesão na mão. Ainda sem nova data oficializada, o duelo deve acontecer no início do próximo ano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments