Shogun recebe suspensão médica de dois meses após derrota em Uberlândia

Vencedor da luta co-principal da noite, Warlley Alves poderá ficar até seis meses afastado do octógono

St. Preux surpreende e nocauteia o brasileiro Mauricio Shogun no UFC Uberlândia. Foto Inovafoto

St. Preux surpreende e nocauteia o brasileiro Mauricio Shogun no UFC Uberlândia. Foto Inovafoto

Derrotado na luta principal do UFC Uberlândia, realizado no último sábado (8), Maurício Shogun recebeu uma suspensão médica de dois meses de acordo com a lista divulgada pela Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA).

O ex-campeão dos meio-pesados, nocauteado por Ovince St. Preux em apenas 34 segundos, também deverá ficar afastado de qualquer tipo de contato físico por um período de 45 dias. Já o norte-americano recebeu o afastamento mínimo, com 14 dias sem lutar e sete sem contato físico.

As maiores suspensões aplicadas após o evento podem chegar a até seis meses. Warlley Alves, que bateu Alan Jouban na luta co-principal da noite, deverá ficar 180 dias afastado de atividade, podendo ser liberado antes por um médico caso apresente um exame de raio-x na sua costela direita. O mesmo aconteceu com Colby Colvington, algoz de Wagnão Silva, que poderá ficar um semestre inteiro parado a menos que seja liberado por um ortopedista de uma lesão que sofreu no pé.

Colby Covington: 180 dias ou apresentar liberação de um ortopedista
Wagner Silva: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato físico

Thomas Almeida: 60 dias sem lutar, 45 dias sem contato físico
Tim Gorman: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato físico

Leandro Silva: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato físico
Charlie Brenneman: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato físico

Caio Magalhães: 14 dias sem lutar, 7 dias sem contato físico
Trevor Smith: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato físico

Diego Rivas: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato físico
Rodolfo Rubio: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato físico

Juliana Lima: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato físico
Nina Ansaroff: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato físico

Dhiego Lima: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato físico
Jorge de Oliveira: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato físico

Claudio Silva: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato físico
Leon Edwards: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato físico

Warlley Alves: 180 dias ou apresentar liberação de um médico (raio-x costela direita)
Alan Jouban: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato físico

Ovince St. Preux: 14 dias sem lutar, 7 dias sem contato físico
Maurício Shogun: 60 dias sem lutar, 45 dias sem contato físico

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments