Dana White reconhece ano ruim em vendas para o UFC em 2014

No entanto, presidente do Ultimate se mantém tranquilo com relação aos números: ‘Somos muito mais que isso’

Dana White, presidente do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Dana White, presidente do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Até o momento, o ano de 2014 vem sendo um pesadelo para o UFC no que diz respeito a vendas em pay-per-view nos Estados Unidos. O número divulgado de pacotes vendidos é baixo em relação ao já visto em anos anteriores, sendo que em 2014 foram registrados os dois piores desempenhos em nove anos com os eventos 174 e 177.

Contudo, o presidente do UFC, Dana White, não se mostrou preocupado com as estatísticas. Apesar de reconhecer a temporada ruim da organização em vendas, o dirigente afirma que os vários eventos realizados ao redor do mundo são a base para anos mais fortes no futuro.

“Sim, esse ano está sendo ruim em vendas de pay-per-view, mas o negócio não funciona como a maioria das pessoas pensam. Acredite em mim, nós amamos pay-per-view. Quando grandes eventos acontecerem, os números vão melhorar, mas somos muito mais do que uma empresa que vende pay-per-view”, explicou White, ao site “Sports Business Daily”.

“Todas as vezes que vamos para outros países, isso cria mais e mais base. Escutamos todas essas coisas ruins nos Estados Unidos porque eles não entendem toda a estratégia global, mas nós estamos crescendo nesses outros países”, completou o dirigente.

Até o momento, o evento com maior vendas em 2014 foi o UFC 175, em julho, que registrou aproximadamente 500 mil pacotes adquiridos. O número ainda está longe do recorde absoluto da organização, com 1,6 milhão de vendas no UFC 100, em 2009.

Vendas de pay-per-view do UFC em 2014:

UFC 169 (Renan BarãoUrijah Faber):  230 mil
UFC 170 (Ronda Rousey x Sara McMann): 340 mil
UFC 171 (Johny Hendricks x Robbie Lawler): 300 mil
UFC 172 (Jon JonesGlover Teixeira): 350 mil
UFC 173 (Renan Barão x TJ Dillashaw): 200 mil
UFC 174 (Demetrious Johnson x Ali Bagautinov): 100 mil
UFC 175 (Chris Weidman x Lyoto Machida): 500 mil
UFC 177 (TJ Dillashaw x Joe Soto): 125 mil
UFC 178 (Demetrious Johnson x Chris Cariaso): 230 mil (número não-oficial)
UFC 179 (José Aldo x Chad Mendes): Número ainda não divulgado

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments