Velasquez minimiza disputa pelo cinturão interino: ‘Não é o campeão de verdade’

Ainda lesionado, campeão linear dos pesados diz que colocará cinturão ‘real’ em jogo em combate no México

C. Velasquez (foto) espera retornar ao UFC até março. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Velasquez (foto) espera retornar ao UFC até março. Foto: Josh Hedges/UFC

Neste sábado (15), Fabrício Werdum e Mark Hunt se enfrentarão no UFC 180 para definir quem será o campeão interino da divisão dos pesados. Mesmo diante desta situação, o campeão linear da categoria, Cain Velasquez, que está impossibilitado de lutar por lesão, não se mostra incomodado, já que ele não considera o título interino como o verdadeiro.

“É o cinturão interino. É assim que eu vejo a situação. Não é o campeão de verdade. Nós vamos lutar pelo cinturão de verdade mais para frente. Então, eu não penso muito nisso. Quando eu tiver minha chance de lutar, vamos lutar pelo cinturão de verdade”, opinou o norte-americano de ascendência mexicana, em entrevista coletiva reproduzida pelos sites “MMA Fighting” e “FOX Sports”.

E Velasquez garantiu que a luta que unificará os cinturões acontecerá no México, no mesmo local onde Werdum e Hunt se enfrentarão. “Eles me querem de volta. Meu retorno vai acontecer por aqui”, contou.

Velasquez é dono do cinturão dos pesados desde dezembro de 2012, quando bateu Júnior Cigano. De lá para cá, defendeu o cinturão duas vezes: contra Antônio Pezão e o próprio Cigano. Porém, algumas lesões tiraram o campeão de atividade por mais de um ano, sendo que o presidente do UFC, Dana White, ameaçou retirar o cinturão de Velasquez caso ele não consiga defendê-lo até março de 2015.

UFC tem número baixo de defesas de cinturão em 2014:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments