Weidman detona Belfort: ‘Não vou deixar um trapaceiro bombado tomar meu cinturão’

Campeão dos médios não gostou das provocações do brasileiro durante coletiva de imprensa do UFC nesta segunda (17)

C. Weidman (esq.) não poupou críticas a V. Belfort (dir.). Foto: Reprodução/YouTube

C. Weidman (esq.) não poupou críticas a V. Belfort (dir.). Foto: Reprodução/YouTube

Se a coletiva de imprensa convocada pelo UFC nesta segunda-feira (17) decepcionou pela ausência do grande anúncio prometido pela organização, o clima quente entre os lutadores que estrelam os próximos cards foi o grande destaque da noite. Um dos momentos mais polêmicos do evento foi a encarada entre Vitor Belfort e Chris Weidman, na qual o brasileiro exibiu uma camisa com a inscrição “estou pronto” em provocação ao rival. Insatisfeito com a atitude do desafiante, Weidman desabafou após a coletiva e detonou Vitor.

VEJA TAMBÉM:

UFC divulga calendário completo para 2015
Assista ao nocaute brutal sofrido por Melvin Manhoef
UFC frustra fãs e adia grande anúncio

“Eu não sei o que ele estava fazendo. Não tinha ideia do que estava escrito na camiseta. Vendo-o fazer isso só me fez pensar ainda mais em como vou derrotá-lo no dia 28 de fevereiro. Eu estou indo lá para dominá-lo completamente. Se eu não fizer isso, será uma derrota para mim. Ele é um trapaceiro e vou destruí-lo completamente. Essa luta é pessoal. Ele está tentando tomar meu cinturão, já foi pego trapaceando e eu não vou deixar um trapaceiro bombado tomar meu cinturão. Muitas vezes, nós o vimos tremer em grandes lutas. Talvez ele estivesse tremendo porque ele é um bombado e estava com medo de ficar cansado”, disparou Weidman, em entrevista concedida ao site do canal “Combate”.

Durante a coletiva, Belfort disse que evitaria as trocas de farpas, o famoso trash talk, mas, segundo Weidman, as atitudes do brasileiro vão de encontro a isso. “Ele estava lá hoje (na entrevista) dizendo que não fala besteira, mas foi ele quem começou. Eu queria ter interrompido ele nessa hora na coletiva de imprensa, mas eu não lembrei disso. Foi ele que, quando eu me lesionei, disse que eu queria ficar com o cinturão até o Natal, basicamente me chamando de mentiroso e dando a entender que eu estava fingindo uma lesão”, reclamou o campeão.

Por fim, o norte-americano voltou a cutucar o rival por seus recentes problemas com exames antidoping e sugeriu que espera ver Belfort ser testado mais vezes até o dia do duelo, mas que isso não interfira na realização do duelo. “Eu espero que ele seja testado até a luta, mas também espero que ele não seja pego. É difícil pensar no que esperar nesse momento. Agora, que ele ja foi testado uma vez, estou preocupado se ele passou no teste. Ele é o cara que quero enfrentar, é a luta que eu quero. Se algo acontecer no antidoping e ele não lutar, vou ficar muito aborrecido”, garantiu.

No dia 28 de fevereiro de 2015, Vitor Belfort e Chris Weidman acertam suas diferenças no octógono em luta válida pelo cinturão peso médio do Ultimate. O duelo é a luta principal do UFC 184, evento que acontece no ginásio Staples Center, em Los Angeles (EUA). Além do confronto entre Weidman e Belfort, outras três lutas já foram anunciadas para o card: Ronda Rousey x Cat Zingano (pelo cinturão peso galo feminino), Yoel Romero x Ronaldo Jacaré e Antônio Pezão x Frank Mir.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments