VÍDEO: Salvou ou precipitou? Árbitro divide opiniões ao interromper luta no UFC Atlantic City

Árbitro Gary Copeland interveio e foi vaiado por atuação em luta vencida por Kye Nelson sobre Bill Algeo no UFC deste sábado (30)

Árbitro divide opiniões ao interromper luta no UFC Atlantic City. Foto: Reprodução/Twitter/UFC News

Árbitro divide opiniões ao interromper luta no UFC Atlantic City. Foto: Reprodução/Twitter/UFC News

No card principal do UFC Atlantic City, a noite de sábado (30) foi marcada por um confronto eletrizante e polêmico na divisão peso pena (até 65,7kg). Kyle Nelson, em um show de ímpeto e ferocidade, dominou Bill Algeo com golpes precisos em pé. Com o norte-americano visivelmente abalado e buscando fôlego, o árbitro Gary Copeland interveio, decretando o fim da luta e a vitória do canadense por nocaute técnico no primeiro round.

A decisão, porém, dividiu opiniões. Para alguns, a interrupção foi justa, protegendo Algeo de sofrer danos desnecessários. Outros, no entanto, questionaram se a luta deveria ter continuado, considerando a capacidade de Algeo de se defender. O público presente também vaiou o desfecho.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Nelson, em entrevista pós-luta, defendeu a atuação do árbitro e se mostrou pronto para novos desafios: “Foi só questão de tempo. Eu iria continuar batendo. O juiz fez o trabalho dele. Qualquer pessoa que tenha uma crítica sobre isso: posso voltar no octógono na semana que vem e tirar à limpo”, declarou.

Com o triunfo, Nelson soma agora 16 vitórias, cinco derrotas e um empate em sua trajetória profissional. Já Algeo, amargando o oitavo revés consecutivo, vê seu cartel cair para 18 triunfos e 10 resultados negativos.

PUBLICIDADE:

VÍDEO: Árbitro divide opiniões ao interromper luta no UFC Atlantic City

Leia Mais sobre: , , , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88