Chris Weidman aponta ‘motivação especial’ após nocaute polêmico sobre Bruno Blindado

Empolgado após a vitória do UFC Atlantic City, o ex-campeão dos médios disse que o triunfo do último sábado (30) o fez desistir de se aposentar do MMA


A vitória sobre Bruno Blindado no UFC Atlantic City trouxe um novo ânimo para o ex-campeão dos médios (até 83,9kg) Chris Weidman. Em entrevista coletiva após o evento do último sábado (30), o norte-americano garantiu que ainda tem muita lenha para queimar na organização e cravou que ainda não pensa em se aposentar.

Veja Também

Tom Aspinall UFC 295 Instagram UFC Espanol
Alex Poatan

“Ainda acho que tenho muito potencial, tive muitas adversidades e ainda acho que tenho lenha para queimar. Então, até eu achar que não tenho mais, estarei aqui. É divertido. Ainda tenho meu cérebro, minha aparência. Até uma dessas coisas começar a ir embora, estou aqui, cara. Fui feito para fazer isso. Venho fazendo há muito tempo. Eu considerei me aposentar muitas vezes. Acho que se eu perdesse nessa noite, se não tivesse minha mão erguida, poderia ser minha última vez lutando. Tinha isso em mente. Se estivesse lá e pensasse: ‘Não tenho mais isso’, eu poderia ter colocado as luvas no chão. Mas não aconteceu, eu venci e estou aqui”, afirmou Weidman.

Antigo campeão da divisão até 84kg, o ‘All-American’ voltou a vencer um confronto no Ultimate após quase quatro anos. Antes de nocautear Bruno Blindado no UFC Atlantic City, realizado no último sábado (30), o último triunfo de Weidman havia sido sobre Omari Akhmedov em agosto de 2020.

PUBLICIDADE:

Chris Weidman (dir) derrotou B. Blindado (esq). Foto: Reprodução/Twitter

Leia Mais sobre: , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88