Edson Barboza supera provocação e vence americano no UFC Fight Night 57

Brasileiro conseguiu passar pelas intensas provocações de Bobby Green, impor seu jogo e vencer o rival na decisão dos juízes

E. Barboza (esq.) acerta Bobby Green. Foto: UFC

E. Barboza (esq.) acerta Bobby Green. Foto: UFC

Depois de duas tentativas frustradas, o brasileiro Edson Barboza, enfim, deve entrar no top-1o dos pesos leves do UFC. Atual 11º do ranking da categoria de até 70 kg, o lutador de Nova Friburgo não se incomodou com as provocações de Bobby Green, sétimo colocado na divisão, dominou o rival e conquistou o importante triunfo na decisão dos juízes. O combate foi a segunda luta mais importante do UFC Fight Night 57, evento realizado na madrugada deste domingo (23), em Austin, no Texas.

VídeoAssista aos melhores momentos da luta de Edson Barboza

Na luta principal da noite, Frankie Edgar mostrou porque merece uma nova chance de desafiar o brasileiro José Aldo pelo cinturão dos penas. O ex-campeão dos leves dominou o duro Cub Swanson durante cinco rounds e no final do combate finalizou com um mata-leão.

A luta

O brasileiro Edson Barboza teve dois grandes desafios dentro do octógono: superar Bobby Green e as provocações do adversário. Desde os primeiros movimentos, o norte-americano encontrou dificuldades para impor sua tática: jogar no contragolpe e derrubar o atleta tupiniquim e trabalhar no solo. Com isso, ele partiu para a provocação.

Durante as investidas de Edson com chutes na perna ou golpes de boxe bem encaixados, Green abaixava a guarda e mostrava não se sentir incomodado com os ataques. A história se repetiu durante da a primeira parcial. O brasileiro atacava e o norte-americano provocava, mas sem os danos sofridos.

No segundo round, o brasileiro teve seu melhor momento. Barboza combinou um soco com chutes na perna, que fizeram Bobby sentir. Na sequência ele lançou o já conhecido chute rodado e Green chegou a cair, porém se levantou rapidamente. Apesar do brasileiro ter ficado perto da vitória no início da parcial, o norte-americano se recuperou na metade final. Ele andou para frente com os braços apertados e tentava surpreender Edson com joelhadas voadoras.

Apesar das intermináveis provocações, Barboza não perdeu a concentração e manteve o controle da luta. Atrás nas papeletas dos juízes, Green precisou se abrir no terceiro assalto. O brasileiro aproveitou o momento e conectou uma direita de encontro no contragolpe. O norte-americano visivelmente sentiu e perdeu o ímpeto. Apesar disso, andava para frente, mas sem atacar.

Confiante na disputa, Edson Barboza teve a chance de devolver as provocações. Com ouviu o sinal de 10 segundos para o fim da peleja, o brasileiro comemorou na frente de Green e saiu do raio de ação com os braços erguidos.

Apesar do clima tenso durante todo o combate, após a luta os dois lutadores se ajoelharam no centro do octógono e se abraçaram por um longo tempo em um clima bastante esportivo.

Na decisão oficial, vitória de Edson Barboza sobre Bobby Green por um triplo 30×27. Com o resultado, o brasileiro chegou a 15ª vitória em 17 lutas. Já Green perdeu uma sequência de oito triunfos em série e agora soma seis derrotas em 29 lutas.

Confira abaixo os resultados completos do UFC Fight Night 57:

Card Principal
Frankie Edgar finalizou Cub Swanson com um mata-leão no R5;
Edson Barboza derrotou Bobby Green na decisão dividida dos juízes;
Chico Camus derrotou Brad Pickett na decisão dividida dos juízes;
Oleksiy Oliynyk derrotou Jared Rosholt por nocaute no R1;
Joseph Benavidez derrotou Dustin Ortiz na decisão unânime dos juízes;
Matt Wiman derrotou Isaac Vallie-Flagg na decisão unânime dos juízes;

Card Preliminar
Ruslan Magomedov derrotou Josh Copeland na decisão unânime dos juízes;
Roger Narvaez derrotou Luke Barnatt na decisão dividida dos juízes;
James Vick derrotou Nick Hein na decisão unânime dos juízes;
Akbahr Arreola finalizou Yves Edwards com um arm-lock no R1;
Paige VanZant derrotou Kailin Curran por nocaute técnico no R3;
Dooho Choi derrotou Juan Manuel Puig por nocaute técnico no R1;

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments