Floyd Mayweather testemunha homicídio seguido de suicídio do seu melhor amigo

Segundo diversos veículos dos EUA, rapper Earl Hayes teria cometido crime e tirado a própria vida durante uma chamada de vídeo com o pugilista

Mayweather (esq.) juntamente com Hayes (centro) e Moseley (dir.). Foto: Reprodução

Mayweather (esq.) juntamente com Hayes (centro) e Moseley (dir.). Foto: Reprodução

O pugilista Floyd Mayweather Jr., que por diversas vezes foi considerado o atleta mais bem pago dos esportes, viveu aquele que talvez seja o momento mais trágico de sua vida e está em estado de choque. Segundo diversas fontes na imprensa norte-americana, Mayweather foi testemunha de um homicídio seguido de suicídio cometido por seu melhor amigo, o rapper Earl Hayes.

Veja Também

Ex-Power Ranger se oferece para primeira luta de CM Punk no UFC
Lutador supera culpa e dedica nocautaço a namorada falecida: ‘Essa é para você’
Vídeo: Em novo comercial, Anderson Silva ‘sai do fundo do poço’ para retorno ao UFC
Lutadora do UFC inova e se casa usando luvas na Rússia

De acordo com o site “TMZ”, na última segunda-feira (10), Hayes conversou com Mayweather em uma chamada de vídeo e disse que mataria a esposa, a atriz Stephanie Moseley. A motivação seria uma suposta traição da cônjuge. Mesmo diante das súplicas de Floyd para que não fizesse isso, o rapper seguiu em frente, atirou contra a mulher e tirou sua própria vida logo em seguida.

Segundo relatos de vizinhos, foram ouvidos pelo menos dez disparos vindos do local, o que fez com a polícia fosse acionada. Os oficiais chegaram ao apartamento do casal por volta das 19h30, hora local, mas se depararam com Hayes e Moseley já sem vida.

Mayweather ainda não se pronunciou oficialmente sobre o ocorrido. Sua única ação pública desde o trágico incidente foi a replicação de uma mensagem de apoio do rapper 50 Cent nas redes sociais. “Descanse em paz, Hayes, Mayweather você é o meu irmãozinho. Tudo o que se pode pensar é o que você me disse uma vez: ‘Você nunca deve fazer nada contra você mesmo, não importa o que aconteça. Podemos cair e lutar ou qualquer coisa, mas eu não quero ver você assim'”, diz o trecho reproduzido.

Earl Hayes era contratado da gravadora de Mayweather, a “Philthy Rich”. O rapper era filho do cantor e compositor Isaac Hayes, que fez muito sucesso nos anos 60 e também é lembrado como o dublador do personagem “Chef” do seriado “South Park”. Já Stephanie Moseley, de 30 anos, era estrela do programa “Hit the Floor” do canal “VH1”. Moseley também teve participações em filmes como “Crepúsculo” e nas turnês de astros pop como Chris Brown e Britney Spears.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments