UFC on FOX 13: Rafael dos Anjos brilha, massacra Nate Diaz e pede luta pelo título

Brasileiro superou provocações do norte-americano e venceu por decisão unânime dos juízes; Gabriel Napão foi nocauteado por Matt Mitrione

R. dos Anjos (foto) chegou a sua oitava vitórias nas últimas nove lutas. Foto: Josh Hedges/UFC

R. dos Anjos (foto) chegou a sua oitava vitórias nas últimas nove lutas. Foto: Josh Hedges/UFC

Nate Diaz provocou, se comportou de forma antiprofissional e, no fim das contas, tomou uma verdadeira surra do brasileiro Rafael dos Anjos. Foram quinze minutos de um massacre incontestável do brasileiro, que fez o que quis com o irmão mais novo de Nick Diaz e faturou a vitória por decisão unânime dos juízes na luta co-principal do UFC on FOX 13, neste sábado (13). Com o triunfo, Rafael, que soma oito vitórias em suas últimas nove lutas, ficou mais próximo de uma disputa de cinturão na categoria peso leve.

Veja Também

UFC on FOX 13: Em batalha épica, Cigano vence Miocic em sua volta ao octógono
UFC on FOX 13: Claudinha Gadelha perde em decisão polêmica e se afasta do cinturão
Carla Esparza faz história e conquista cinturão inédito do UFC
Por intoxicação alimentar, Derek Brunson abandona UFC on FOX 13 em cima da hora

A tônica do combate foi Rafael usando e abusando dos chutes baixos, o que machucou bastante a perna direta de Diaz, que mancou muito e chegou até a trocar de base para evitar os golpes. Após a luta, o brasileiro revelou que a estratégia foi fruto de muita análise. “Eu estudei o jogo dele e vi que ele não defende nenhum chute. Então eu treinei muitos chutes na perna e também para colocá-lo pra baixo quando precisasse”, comentou, ainda no octógono.

Mas não foram só os chutes baixos que fizeram um estrago em Nate Diaz. As cotoveladas no ground and pound também abalaram o norte-americano, que sofreu um corte profundo na região do supercílio. Além disso, o controle de solo de Rafael também foi fundamental para a conquista do resultado, já que Diaz possui uma das guardas mais temidas da divisão.

Ao fim do combate, após ser declarado vencedor por decisão unânime dos juízes, com dois deles apontando-o superior por 30-26, Rafael aproveitou a oportunidade para pedir uma chance contra o campeão Anthony Pettis. “Eu estou muito feliz, eu trabalhei duro para isso. Por favor Dana White e Lorenzo Fertitta, me deem uma disputa de cinturão. Eu vim para vencer, passei por Nate Diaz e quero minha chance pelo título”, disse aos microfones do comentarista Joe Rogan.

Overeem reencontra a vitória e nocauteia gigante Struve

Quando venceu Brock Lesnar em sua chegada ao Ultimate, Alistair Overeem assustava por seu tamanho. Porém, diante do gigante Stefan Struve, de 2,11 m, o holandês ficou minúsculo. Apesar da clara desvantagem, Overeem conseguiu diminuir a distância, quedar Struve e faturar o combate por nocaute com um ground and pound afiado.

Nos minutos iniciais, marcados por muito estudo, Overeem permaneceu afastado de Struve, que conseguiu manter a luta na longa distância. Porém, “The Reem” investiu no jogo de quedas, levou o adversário ao solo e, dentro da guarda do rival, castigou o gigante com socos duros que forçaram o árbitro Big John McCarthy a interromper o combate.

Com o triunfo, Overeem voltou a nocautear depois de quase três anos – a última vez havia sido justamente contra Brock Lesnar, em sua estreia no octógono. O holandês também melhorou seu retrospecto na organização e agora soma três vitórias e três derrotas.

Napão investe na trocação e é massacrado por Mitrione

Para muitos, a melhor estratégia para Gabriel Napão contra Matti Mitrione seria apostar em seu jiu-jitsu faixa preta. Porém, o brasileiro resolveu investir na trocação e acabou levando a pior na luta que abriu o card principal da noite. Sem conseguir acompanhar o ritmo do rival, Gabriel foi nocauteado com pouco mais de um minuto no primeiro round.

Com pouca movimentação, Napão se tornou um alvo fácil para Mitrione que aplicou um duríssimo knockdown no brasileiro com um cruzado de esquerda. O norte-americano completou a investida no ground and pound e chegou a interromper a saraivada de golpes por acreditar que Gabriel estava nocauteado, antes de perceber que ele ainda tinha condições de luta e finalizar o combate com o direto de misericórdia que pôs um ponto final na luta.

Com o resultado, Napão agora acumula duas derrotas consecutivas. Já Mitrione, atualmente o décimo quarto colocado na categoria de pesos pesados, chegou a sua terceira vitória seguida e deve subir algumas posições no ranking oficial.

Confira abaixo os resultados do UFC on FOX 13:

CARD PRINCIPAL

Peso pesado (até 120 kg): Júnior Cigano x Stipe Miocic;

Rafael dos Anjos venceu Nate Diaz por decisão unânime dos juízes;

Alistair Overeem venceu Stefan Struve por nocaute no R1;

Matt Mitrione venceu Gabriel Napão por TKO no R1.

CARD PRELIMINAR

Joanna Jedrzejczyk derrotou Claudinha Gadelha por decisão dividida;

John Moraga finalizou Willie Gates com um mata-leão no R3;

Ben Saunders venceu Joe Riggs por submissão (contusão) no R1;

Drew Dober finalizou Jamie Varner com um mata-leão no R1;

Bryan Barbarena venceu Joe Ellenberger por nocaute técnico no R3;

David Michaud venceu Garrett Whiteley por decisão unânime dos juízes;

Henry Cejudo venceu Dustin Kimura por decisão unânime dos juízes;

Ian Entwistle finalizou Anthony Birchak com uma chave de calcanhar no R1.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário