De olho em recuperar o cinturão, Barão aposta em vitória de Cruz sobre Dillashaw

Ex-campeão dos galos diz que problemas de perda de peso é página virada e garante evolução para o UFC Barueri

Barão (esq.) volta ao UFC neste sábado contra Gagnon. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

Barão (esq.) volta ao UFC neste sábado contra Gagnon. Foto: Lucas Carrano/SUPER LUTAS

Quase sete meses depois de perder o cinturão dos galos do UFC, Renan Barão está totalmente focado em recuperar o título. O brasileiro, que fará neste sábado (20) sua primeira luta desde que foi nocauteado por TJ Dillashaw, acredita que o combate contra Mitch Gagnon, a atração co-principal do UFC Barueri, será o primeiro passo rumo a um novo title shot.

Veja Também

Assista à pesagem do UFC Barueri, com Lyoto Machida e Renan Barão
Fotos: Treino aberto do UFC Barueri tem muito calor e futebol no Allianz Parque
Com direito a caneta, Lyoto e Barão duelam no futebol em estádio do Palmeiras

Barão afirmou ter extraído grande aprendizado de seu revés de maio e garantiu que apresentará uma grande evolução em Barueri. “Aprendi bastante. Se focar mais, começar a olhar mais minhas técnicas, sempre estar melhorando… Sábado vocês vão ver total diferença entre meu jogo de antes e agora”, disse o lutador, em entrevista coletiva acompanhada pelo SUPER LUTAS.

Agora acompanhado diariamente por um nutricionista, Barão assegurou que não enfrentará problemas com a perda de peso, como aconteceu em agosto, quando teve de abandonar a revanche com Dillashaw por passar mal. “Estou muito bem, graças a Deus. Aquilo passou, é uma página virada. Agora vamos fazer outra história.”

Caso ganhe nova chance de lutar pelo título, Barão não tem preferência entre fazer a revanche com seu algoz ou enfrentar o próximo desafiante pelo cinturão, Dominick Cruz. No entanto, ele aposta na vitória do ex-campeão sobre o atual dono do título. “Eu vou querer lutar com quem tiver o cinturão, não importa se for o TJ ou o Dominick. Meu objetivo é o cinturão. Acho que vai ser uma grande luta, são dois atletas duros como todo mundo já viu. Acho que o Dominick [vai levar vantagem]. Ele tem bem mais jogo que o TJ”, palpitou.

Antes de pensar em título, contudo, Barão tem pela frente Mitch Gagnon, 14º colocado na divisão. “Eu não ligo muito para o ranking. Ele não é um cara muito conhecido, mas é um cara duro, que vem de várias finalizações. Estou treinando para o melhor que vou enfrentar”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments