Rampage explica retorno ao UFC: ‘Ninguém paga tão bem quanto eles’

Norte-americano conta que rompeu com o Bellator pelo fato de a organização não ter cumprido parte do contrato

Rampage (foto) voltou ao UFC após quase dois anos. Foto: Divulgação/UFC

Rampage (foto) voltou ao UFC após quase dois anos. Foto: Divulgação/UFC

A notícia de que Quinton Rampage Jackson retornou ao UFC pegou de surpresa os fãs de MMA no último fim de semana. Afinal, o ex-campeão dos meio-pesados deixou o Ultimate de maneira não muito pacífica, disparando várias críticas à organização e assinando com a rival Bellator.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Porém, Rampage explicou de maneira simples sua decisão de voltar a lutar no octógono. Ele acredita que, apesar de todos os defeitos que viu no UFC, a organização se trata do melhor lugar possível para um lutador. “Eu não concordo com tudo o que o UFC faz, mas se trata da melhor organização na qual eu já estive e fui mais bem sucedido com eles. Então, decidi voltar para lá e terminar minha carreira com eles. Ninguém paga tão bem quanto eles. Todos querem ganhar um aumento em seus empregos – se você trabalha num escritório de advocacia, você quer se tornar sócio um dia. Todo ser humano quer mais. Tenho certeza que muitas coisas vão acontecer e eu não vou ficar 100% feliz com o UFC, mas não há emprego perfeito neste mundo. Eu apenas tenho certeza de que vai ser melhor do que a situação em que eu estava”, explicou Rampage, em entrevista ao site da emissora norte-americana “FOX Sports”.

Rampage contou que sua insatisfação com o Bellator surgiu com o não-cumprimento de parte do contrato que possuíam. “Eu seria muito feliz no Bellator se eles tivessem feito o que disseram que faria pelo contrato. Francamente, eu tinha um acordo com a Viacom [empresa proprietária do Bellator]. Eles não cumpriram o contrato. Olhando agora, eu acho que eles assinaram comigo somente para lutar pelo Bellator e não acho que eles tinham a intenção de fazer as outras coisas que disseram que fariam. Então, eu dei 45 dias a eles para corrigirem o problema. Eles não corrigiram, então usei a opção que tinha de encerrar o contrato”, disse.

PUBLICIDADE:

A primeira passagem de Rampage pelo UFC aconteceu entre 2007 e 2013, quando chegou a se sagrar campeão após nocautear Chuck Liddell. No entanto, o norte-americano terminou sua passagem na organização em má fase, com quatro derrotas nas últimas seis lutas. Em seguida, Rampage assinou com o Bellator, onde fez três lutas e conquistou três vitórias.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?

Comentários

Deixe um comentário