Comissão Atlética volta atrás e muda resultado de luta polêmica no UFC FN Rio | SUPER LUTAS

Comissão Atlética volta atrás e muda resultado de luta polêmica no UFC FN Rio

Órgão havia dito que não reverteria a decisão na vitória de Leandro Buscapé sobre Drew Dober, mas acabou declarando o combate um "No Contest"

Na polêmica da noite, o árbitro decretou a finalização de Leandro Buscapé sobre Drew Dober. Foto: Inovafoto

Eduardo Herdy interrompe a luta entre Buscapé e Dober. Foto: Inovafoto

A direção da Comissão Atlética Brasileira de MMA voltou atrás e mudou o resultado da luta entre Leandro Buscapé e Drew Dober no UFC Fight Night 62, no último sábado (23), no Rio de Janeiro, para um “No Contest” (luta sem resultado).

Veja Também

O resultado original era vitória de Buscapé por finalização, mas o triunfo só foi alcançado graças a um erro do árbitro Eduardo Herdy, que precipitadamente interrompeu o combate sem que Dober tivesse desistido ou apresentado sinais de que não conseguia se defender.

Após o evento, o diretor de operações da CABMMA Cristiano Sampaio havia dito que não havia justificativa para a mudança do resultado. “Não é possível alterar o resultado. São três casos nos quais o resultado pode mudar: o primeiro é erro de somatório dos juízes dando resultado diferente. Segundo caso é o conluio, quando existe má fé entre os juízes, não importa qual foi o resultado, já ter um pré-definido entre os juízes. Isso é mais algo que acontece lá fora por conta de bolsas de apostas. O terceiro é falha na interpretação do árbitro que gera um resultado diferente do que era para ter sido. Tem erro de direito e de fato. Ali foi erro de fato. O erro de direito é quando existe essa falha na interpretação da lei. Não foi uma falha de interpretação da regra”, disse na ocasião.

Porém, em comunicado divulgado nesta quinta-feira (26), o órgão, em decisão com a chancela do próprio Sampaio, optou por voltar atrás e anunciar a reversão do resultado para um “No Contest”. “Quanto ao Sr. Eduardo Herdy, a CABMMA é grata por seu profissionalismo em reconhecer este erro, ajudando a entidade a evoluir em seus assuntos regulatórios no Brasil, buscando o desenvolvimento de padrões mais elevados e demonstrando seu compromisso como um árbitro oficial do esporte. Por isso, depois de analisar o caso, a Comissão Executiva, presidida pelo Sr. Rafael Favetti (Chairman & CEO) e o Sr. Cristiano Sampaio (COO), decidiu anular o resultado da luta entre  Leandro Silva e Andrew Dober e declara-la oficialmente como um ‘No Contest'”, diz um trecho da nota, divulgado pelo site norte-americano “MMA Fighting”.

A interrupção prematura do combate no card preliminar do UFC Fight Night Rio levou o presidente Dana White à loucura. Na coletiva de imprensa após o evento, no último fim de semana, o dirigente não poupou críticas ao árbitro Eduardo Herdy. “O que aconteceu naquela luta foi absurdo e inaceitável. Vamos pagar o bônus de vitória para Drew Dober. Ele não bateu e não apagou. O que o árbitro viu? Perguntem a ele. Eu não sei”, lamentou o dirigente. Após o anúncio da mudança do resultado, Dana usou seu perfil no Twitter para comemorar. “Eu gostaria de agradecer à Comissão Atlética Brasileira por fazer a coisa certa e transformar Dober x Leandro Silva em um ‘No Contest'”, publicou.

Casos como o da intervenção de Eduardo Herdy na luta entre Leandro Buscapé e Drew Dober não são inéditos no UFC. Em 2010, no Canadá, Matt Wiman venceu Mac Danzig por finalização, também em uma guilhotina, após uma interrupção prematura do árbitro Yves Lavigne. Naquele caso, porém, a Comissão Atlética local optou por não reverter o resultado, mesmo diante das evidências de que a intervenção havia sido equivocada.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments