Rei entre os moscas, Johnson diz se considerar um campeão mais dominante que Ronda Rousey

Norte-americano responde a críticas sobre sua baixa popularidade perante os fãs: ‘Se não quer me assistir, vá ver novelas’

D. Johnson (foto) faz a luta principal do UFC 178 contra C. Cariaso. Foto:  Josh Hedges/UFC

D. Johnson (foto) faz a luta principal do UFC 186 contra K. Horiguchi. Foto: Josh Hedges/UFC

Mesmo que a divisão dos moscas no UFC seja relativamente nova, Demetrious Johnson já é considerado um dos campeões mais dominantes da atualidade. O norte-americano, dono do cinturão desde sua criação, em 2012, já defendeu seu cinturão por cinco vezes, e colocará o título novamente em jogo neste sábado (25), diante de Kyoji Horiguchi no UFC 186.

Veja Também

Inspirado em Rocky Balboa, Maldonado torce por luta ‘sangrenta’ contra Rampage
Comissão de Nevada diz que não irá se opor a tentativa de Anderson de disputar Olimpíadas
Por até R$ 22 mil, ingressos Mayweather x Pacquiao começam a ser vendidos nesta quinta

O “Mighty Mouse”, como é conhecido, inclusive comparou seu reinado na categoria com o de Ronda Rousey na entre os galos femininos. Perguntado sobre o assunto pela emissora norte-americana “FOX Sports”, Johnson afirmou que se sente um campeão ainda mais dominante por já ter enfrentado oponentes de mais destaque.

“É difícil de dizer. Ronda está passando por cima de todas, mas acho que você vê o verdadeiro calibre de um campeão quando ele é testado pelos oponentes que tem pela frente. Eu lutei com Dodson, Benavidez, Moraga, Ali Bagautinov. Esses caras são encardidos. Não quero desmerecer Cat Zingano e Miesha Tate, mas aqueles caras são durões. Não me entenda mal – ela destrói suas oponentes, mas você só reconhece o calibre de um campeão quando ele passa por alguma dificuldade. Não estou dizendo que ela não é uma campeã, mas eu vou dizer que eu sou mais dominante”, respondeu Johnson.

Mesmo com seu domínio na divisão dos moscas, Johnson não é considerado um dos campeões mais populares da atualidade. Na verdade, o lutador é criticado por ser responsável por poucas vendas em pay-per-view. No entanto, o norte-americano não se importa muito com as críticas sobre o seu estilo. “Se você não quiser me assistir, problema seu. Vá assistir novela ou vá assistir lutas de marmelo. Mas, se você quiser ver o puro MMA, com dois ótimos atletas mandando ver, você precisa ficar ligado”, avisou, em entrevista ao site “MMA Fighting”.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments