Dirigente que apoia Anderson nas Olimpíadas fraudou estatuto da CBTKD e pode ser afastado

Justiça determina que alterações feitas por Carlos Fernandes em estatuo caracteriza ‘conduta criminosa’ por parte do presidente

Fernandes posa ao lado de Anderson durante reunião da CBTKD. Foto: Divulgação/CBTKD

Fernandes posa ao lado de Anderson durante reunião da CBTKD. Foto: Divulgação/CBTKD

O principal aliado de Anderson Silva em suas intenções de disputar as Olimpíadas de 2016 no taekwondo pode se envolver em breve em sérios problemas. Segundo relatório divulgado pela 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Carlos Fernandes, presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), fraudou o estatudo da entidade e poderá ser afastado do cargo. As informações foram obtidas pelo site da “ESPN”no Brasil.

Veja Também

Focado nas Olimpíadas, Anderson Silva descarta aposentadoria do MMA: ‘Luto mais uns cinco anos’
Anderson confirma participação em seletiva olímpica: ‘Não estou preocupado em passar vergonha’
Comissão de Nevada diz que não irá se opor a tentativa de Anderson de disputar Olimpíadas

De acordo com o documento, Fernandes agiu com “conduta criminosa” em alterações feitas no estatuto, o que poderá causar sua anulação. Segundo a reportagem, a CBTDK, que vem sendo investigada pela Polícia Federal, deverá filiar novamente as entidades estaduais que perderam filiação devido às mudanças no estatuto.

Em entrevista à “ESPN”, Mestre Marcelino, presidente da Federação Mineira de Taekwondo, uma das que lutava na justiça contra a CBTKD, criticou a direção da entidade nacional e também disparou contra a campanha de Anderson rumo aos Jogos Olímpicos. “Não se faz um campeão em um ano. A indicação do Anderson é um desrespeito aos nossos atletas, à nossa classe. Ainda mais porque usaram um atleta, recentemente pego no doping, para fazer um marketing ao lado de um dirigente que está sendo investigado pela Polícia Federal”, disparou.

Fernandes esteve presente na coletiva de imprensa ao lado de Anderson Silva durante o anúncio de sua participação na seletiva para a competição Olímpica. O ex-campeão do UFC tentará garantir em janeiro uma vaga para os Jogos do Rio de Janeiro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments