Com queda de Jones, Aldo passa a ser maior ameaça a recorde de Anderson

Campeão dos penas já defendeu seu cinturão em sete oportunidades, e pode chegar a oito em julho; Spider defendeu por dez vezes

A. Silva (foto) se mantém firm e forte como recordista de defesas de cinturão. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Silva (foto) se mantém firm e forte como recordista de defesas de cinturão. Foto: Josh Hedges/UFC

A retirada do título dos meio-pesados do UFC de Jon Jones devido a uma polêmica confusão no trânsito mudou o panorama geral da principal organização de MMA do planeta. Isso porque o norte-americano, somente aos 27 anos de idade, se aproximava do recorde de defesas consecutivas bem sucedidas de título, com oito, apenas duas a menos do que Anderson Silva, que manteve o cinturão dos médios por dez vezes.

Veja Também

UFC retira cinturão de Jon Jones e suspende lutador por tempo indeterminado
Jones é mais um campeão a perder seu cinturão fora do octógono; relembre outros casos

Agora, “Spider” fica mais confortável na lista de recordes. Sua maior ameaça no momento é outro brasileiro, José Aldo, que defendeu o cinturão dos penas do UFC por sete oportunidades e ainda está na posição de campeão, podendo ampliar este número em breve. Sua próxima luta será em julho, contra Conor McGregor.

Outros atuais campeões que podem crescer na lista de estatísticas são Demetrious Johnson, dos moscas, com seis, e Ronda Rousey, da divisão galo feminina, com cinco. Confira a lista de recordes:

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments