UFC retira cinturão de Jon Jones e suspende lutador por tempo indeterminado

Decisão do UFC põe fim a um reinado que durava desde 2011; agora, Cormier enfrentará Johnson pelo título no UFC 187

J. Jones (foto) ficou irritado com comentários de P. Davis. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Jones (foto) não é mais o campeão do UFC. Foto: Josh Hedges/UFC

O polêmico acidente de trânsito no qual Jon Jones se envolveu no último fim de semana custou muito caro ao lutador norte-americano. Na noite desta terça-feira (28), madrugada de quarta no Brasil, o UFC anunciou, através de um comunicado oficial (leia abaixo) que retirou o título dos meio-pesados de Jones e suspenderá o lutador por tempo indeterminado.

Veja Também

Entenda os principais pontos sobre a polêmica de Jon Jones e o acidente de trânsito
Foto publicada por emissora de TV mostra estrago de carro de Jon Jones após batida
Ex-colega de quarto comenta polêmica envolvendo Jon Jones: ‘O cara nunca aprende’
Comentaristas da TV norte-americana, Evans e Florian pedem por afastamento de Jones do UFC

A decisão do Ultimate põe fim ao maior reinado já visto na competitiva divisão até 93 kg, da qual Jones era campeão desde 2011. “Bones” se tornou o campeão mais jovem da história do UFC aos 23 anos de idade, derrotando o então dono do cinturão Maurício Shogun por nocaute técnico.

Depois disso, Jones bateu recordes ao defender seu título por oito vezes, incluindo vitórias sobre os ex-campeões Lyoto Machida, Quinton Rampage Jackson, Rashad Evans e Vitor Belfort. Em sua mais recente defesa, em janeiro, tirou a invencibilidade de Daniel Cormier, no UFC 182.

O UFC também anunciou que justamente Cormier será o substituto de Jones no evento de número 187, que será realizado no dia 23 de maio em Las Vegas (EUA). O combate entre Cormier e Anthony Johnson irá definir o novo dono do cinturão linear da divisão dos meio-pesados.

O acidente

Jones se envolveu, na manhã do último domingo (26), em um acidente de trânsito na cidade de Albuquerque, onde mora e treina. De acordo com testemunhas, o campeão do UFC atravessou um sinal vermelho e colidiu com dois carros, um deles guiado por uma motorista que está grávida. O lutador fugiu da cena a pé, sem prestar socorro à vítima.

Para agravar a situação, a polícia de Albuquerque encontrou maconha no veículo de Jones, além de um cachimbo utilizado para o consumo da droga. Quase dois dias depois, Jones se apresentou à polícia para prestar esclarecimentos, mas acabou liberado ao pagar fiança. Assim, o lutador responderá ao processo em liberdade.

Comunicado oficial do UFC sobre o caso Jon Jones

O UFC anuncia que suspendeu Jon Jones indefinidamente e retirou seu título de campeão dos meio-pesados como resultado das violações ao código de conduta da nossa organização.

Jones foi recentemente preso em Albuquerque sob acusação de deixar a cena de um acidente envolvendo feridos. Como resultado da acusação e outras violações do nosso código de conduta, a organização acredita que é melhor dar tempo a Jones para se concentrar em seus assuntos legais pendentes.

O UFC acredita fortemente que seus atletas devem respeitar certas normas dentro e fora do octógono. Embora seja decepção recente, a organização continua a apoiar de Jones através do processo legal.

Com esta decisão, UFC determinou que o desafiante número 1 Anthony Johnson agora vai lutar com o desafiante número 3 Daniel Cormier pelo cinturão dos meio-pesados no UFC 187 , dia 23 de maio, em Las Vegas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments