Entenda os principais pontos sobre a polêmica de Jon Jones e o acidente de trânsito

Campeão dos meio-pesados é acusado de provocar batida com mulher grávida e fugir da cena do acidente

J. Jones (foto) tem 21 vitórias e uma derrota como profissional. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Jones (foto) tem 21 vitórias e uma derrota como profissional. Foto: Josh Hedges/UFC

*Atualizado às 00h20 de 29/04/2015

Na tarde deste domingo (26), o mundo do MMA entrou em alvoroço com mais uma polêmica envolvendo o atual campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones. Rumores começaram a se espalhar pela internet indicando que algo de errado havia acontecido com o lutador, o que também levantou boatos sobre sua participação no UFC 187, quando defenderia seu cinturão pela nona vez.

Veja Também

Jon Jones é procurado pela polícia após acidente de carro, diz site
Polícia encontra drogas no carro de Jon Jones após acidente
Polícia de Albuquerque diz ter feito acordos para que Jon Jones se entregue à justiça

Justamente pela demora até que houvesse alguma declaração oficial, muitas informações desencontradas e pouco precisas se disseminaram pela internet. Por isso, o SUPER LUTAS coloca em tópicos todos os principais pontos conhecidos até o momento sobre o episódio, que caracteriza mais uma controvérsia envolvendo o atual número um peso por peso do Ultimate.

O que sabe sobre o acidente?

Um acidente de trânsito envolvendo três carros aconteceu no início da manhã de domingo (26) no sudeste de Albuquerque, maior cidade do estado norte-americano do Novo México. Segundo o relatório oficial da polícia, o incidente foi provocado quando o motorista de uma SUV prateada atravessou um sinal vermelho e atingiu lateralmente um outro carro que cruzava a via – e este carro atingido acertou um terceiro veículo.

O carro atingido pela SUV era dirigido por uma mulher grávida, identificada como Vanessa Sonnenberg. Apesar de ter descrito que quase desmaiou no instante do acidente, ela foi levada ao hospital com uma fratura no braço e passa bem, inclusive sem riscos ao bebê.

Imagem divulgada por TV seria a de carro guiado por Jones. Foto: Reprodução

Imagem divulgada por TV seria a de carro guiado por Jones. Foto: Reprodução

Jon Jones estava de fato envolvido no acidente?

O campeão do UFC foi identificado imediatamente por uma das testemunhas, um policial que estava fora de expediente e que contou ser fã assíduo de lutas. Além disso, documentos de Jones foram encontrados no interior do veículo, que é alugado. Antigo morador de Nova York, Jones recentemente se mudou para Albuquerque, cidade da academia Jackson’s MMA, onde treina.

A testemunha também afirmou que o motorista saiu correndo a pé da cena do acidente, retornou ao carro para pegar “uma grande quantia de dinheiro vivo” e novamente fugiu, saltando por uma grade no sentido norte da cidade.

Jones já se pronunciou sobre o caso?

Não publicamente. No entanto, o lutador, após ficar mais de 24 horas sem que ninguém soubesse de seu paradeiro, se entregou à polícia na noite de segunda-feira, e prestou os primeiros esclarecimentos à justiça. Ele foi solto pouco mais de três horas depois, quando pagou a fiança e foi liberado.

A última vez em que Jones se manifestou publicamente foi no sábado à noite, quando assistiu às lutas do UFC 186 em um bar ao lado de Andrei Arlovski, seu companheiro de treinos, que curiosamente se envolveu em um outro acidente na manhã de segunda-feira. Jones inclusive postou fotos da noitada em seu Instagram, mas em seguida as apagou.

O que mais dá para se concluir da cena do acidente?

Também foram encontradas na SUV prateada certas quantias de maconha, além de um cachimbo utilizado para o consumo da droga. Isso levanta suspeitas de que o motorista em questão estava dirigindo sob influência do entorpecente, o que é um agravante nas possíveis acusações. Pelo fato de a mulher grávida ter sofrido uma fratura no braço, o episódio é classificado como crime seguido de omissão de socorro.

Em um passado recente, Jones se envolveu com problemas com cocaína. Houve a presença desta droga no acidente?

Apesar de os rumores iniciais terem indicado também o consumo de cocaína, a polícia de Albuquerque foi clara ao afirmar que a única droga encontrada no acidente foi maconha. Ou seja, ao que tudo indica, não houve a presença de cocaína, ao menos na cena do acidente.

Qual a posição do UFC sobre o episódio?

Inicialmente, o Ultimate emitiu um comunicado oficial mostrando estar ciente do episódio, mas que iria levantar mais informações até fazer um pronunciamento mais detalhado. Isso aconteceu na madrugada desta quarta-feira, quando o UFC anunciou que retirou o título dos meio-pesados de Jones e o suspendeu por tempo indeterminado, até que seus problemas de ordem pessoal e judicial sejam resolvidos.

Imediatamente, foi anunciado que Daniel Cormier enfrentará Anthony Johnson pelo cinturão linear da categoria dos meio-pesados, que conhecerá um novo campeão pela primeira vez desde 2011.

As outras polêmicas

Esta não é a primeira vez que Jon Jones se envolve em confusão fora do UFC. Em 2012, o lutador foi julgado e perdeu a habilitação por dirigir embriagado e bater seu carro, um Bentley, contra um poste. Em 2014, o campeão foi pego em um exame antidoping por uso de cocaína. Como o teste foi feito fora do período de competição, ‘Bones’, como é conhecido, não foi suspenso e se internou em uma clima de reabilitação – onde permaneceu por somente uma noite antes de ser liberado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments