Empresário garante: ‘Anderson Silva não vai participar das Olimpíadas de 2016’

Jorge Guimarães, o "Joinha", disse que assunto já foi debatido e descartado pelo Spider e sua equipe

A. Silva (foto) teria recebido mais de R$ 16 milhões, entre salário e participação nas vendas de PPV. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Silva (foto) deve deixar “sonho olímpico” de lado. Foto: Josh Hedges/UFC

Veja Também

Anderson Silva pede por novo adiamento e audiência para caso de doping será em agosto
Vídeo: repórter corajoso desafia Fabrício Werdum e desaba após levar chute na coxa
Werdum provoca Velasquez: ‘Americano que pensa ser mexicano’

Há alguns meses, o anúncio de que Anderson Silva pretendia disputar os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio agitou o mundo do MMA, mas provocou reações de insatisfação entre os atletas do taekwondo, modalidade na qual o Spider pretendia tentar uma vaga. Porém, o sonho de Anderson deve chegar ao fim antes mesmo de sair do papel. Pelo menos é isso o que assegura o empresário do ex-campeão, Jorge “Joinha” Guimarães.

“Essa questão da Olimpíada já foi descartada. O Anderson não vai participar das Olimpíadas. Ele agora está esperando o veredito da Comissão Atlética (sobre seu caso de doping no UFC 183), que deve estar saindo em breve. Estamos aguardando, vamos ver se vai haver punição e de quanto tempo vai ser. Ele tem treinado, o Anderson é um cara que não para de treinar nunca. Ele está se mantendo ativo”, disse Joinha, em entrevista ao site “PVT”.

Atualmente, Anderson Silva está suspenso temporariamente pela Comissão Atlética de Nevada, após ser flagrado duas vezes em exames antidoping pelo uso de esteroides anabolizantes e ansiolíticos, antes e depois da luta contra Nick Diaz no UFC 183. Nesta terça-feira (09), o Spider pediu novo adiamento para a audiência disciplinar que vai definir o seu futuro, e agora deve enfrentar o julgamento somente em agosto.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments