Werdum revela clima quente com Velasquez no México: ‘Ele não quis me cumprimentar’

Brasileiro relatou episódio ocorrido no hotel dos lutadores, o que, segundo ele, deve "apimentar" a luta no UFC 188

F. Werdum (foto) encara Velasquez pela unificação dos cinturões dos pesados. Foto: Josh Hedges/UFC

F. Werdum (foto) encara Velasquez pela unificação dos cinturões dos pesados. Foto: Josh Hedges/UFC

Mal chegou ao México para o UFC 188 e o brasileiro Fabrício Werdum já viu o clima com seu adversário Cain Velasquez esquentar para o grande duelo deste sábado (13), valendo o cinturão definitivo da categoria de pesos pesados. Segundo Werdum, o primeiro contato entre ele e Velasquez aconteceu durante o café da manhã dos atletas no hotel em que estão hospedados. O encontro, porém, não foi nem um pouco amistoso.

Veja Também

Werdum recebe apoio de estrelas do UFC para disputa de cinturão contra Velasquez
Werdum provoca Velasquez: ‘Americano que pensa ser mexicano’
Empresário garante: ‘Anderson Silva não vai participar das Olimpíadas de 2016’
Anderson Silva pede por novo adiamento e audiência para caso de doping será em agosto

“Eu cheguei no café da manhã do hotel e estavam o Cain, o Daniel Cormier e o Luke Rockhold, com quem eu não vou muito com a cara, e eu cumprimentei o DC, porque o conheço há muitos anos. Ele me deu um abraço normal, aí fui cumprimentar o Velásquez, como eu sempre fiz, e ele me disse: ‘Não, não vou te cumprimentar’. Mas ele ficou meio para trás assim, sabe? E eu fiquei com a mão no ar e ele disse que eu tinha falado coisas a respeito dele, mas eu não falei mal dele, falei algumas coisas mais para promover a luta, porque a gente estava muito na amizade e tal e eu tinha que promover um pouco. Falei que ele não era mexicano, que era americano e tal, mas em nenhum momento eu o xinguei ou falei mal dele. Eu pensei que ele estava brincando no começo, porque o Cain falou que não ia me cumprimentar e ficou me olhando. Então acho que isso vai dar uma apimentada na luta”, contou “Vai Cavalo”, em entrevista ao site do canal “Combate”.

Werdum fez questão de dizer que as declarações que incomodaram o norte-americano foram somente com o intuito de promover o duelo entre eles, mas aproveitou para alfinetar o rival, dizendo que sua reação é motivada por insegurança. “Eu acho que pode ser essa insegurança, até porque eu já tive isso. Já falei muito uma vez e perdi uma luta porque eu estava inseguro. Mas, desta vez, eu não estou falando porque estou inseguro, estou falando para promover a luta, e estou falando a verdade. Eu sempre digo que não é prepotência da minha parte, é confiança. Eu sempre digo que vou ganhar, porque não quero ser lembrado como o cara que lutou com o Velásquez e sim como o cara que enfrentou o Velásquez e venceu, se tornou o campeão”, disparou.

Campeão interino dos pesos pesados, Fabrício Werdum enfrenta Cain Velasquez na unificação dos títulos da categoria até 120 kg neste sábado (13), na luta principal do UFC 188, na Cidade do México.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments