Após nova zebra histórica, Werdum admite: ‘Quando sou azarão, fico mais motivado’

Na coletiva de imprensa após o UFC 188, brasileiro também saber que o rival viria tentar a queda que abriu caminho para sua vitória

Werdum levanta o cinturão definitivo dos pesos pesados. Foto: Reprodução

Werdum levanta o cinturão definitivo dos pesos pesados. Foto: Reprodução

Fabrício Werdum parece ter um gosto especial por contrariar os prognósticos e chocar os fãs de MMA ao redor do mundo. Autor do improvável fim à série invicta de quase uma década do lendário russo Fedor Emelianenko em 2010, Werdum volou a surpreender neste sábado (13), com a finalização sobre Cain Velasquez no UFC 188 para conquistar o cinturão dos pesos pesados, e admitiu que se sente motivado quando entra no octógono na condição de zebra.

Veja Também

Werdum finaliza Velasquez, cala torcida mexicana e conquista terceiro cinturão para o Brasil no UFC
Além do cinturão definitivo, Werdum fatura bônus de R$ 156 mil no UFC 188
Lutador mexicano se sente mal e vomita em pleno octógono no UFC 188

“Quando eu sou o azarão, eu fico mais motivado ainda”, disse o brasileiro durante a entrevista coletiva após o evento, na Cidade do México (México). Além disso, Werdum também que já antevia os movimentos de Velasquez antes de colocar um fim no duelo entre eles. “Eu visualizei esse momento (da finalização) diversas vezes. Eu sabia que o Velasquez viria para o single leg ou o double leg e eu tirei proveito disso”, revelou.

Sem declarar abertamente sua preferência para a primeira defesa de cinturão, Werdum garantiu que, mesmo aos 37 anos, está no auge de sua trajetória profissional. “Este momento hoje (tanto a luta quanto a conquista do título) é o melhor momento da minha vida”, disse “Vai Cavalo”, que ainda arrancou gargalhadas dos presentes ao insistir para que o presidente Dana White pague suas férias ao lado da família em Cancún, que se iniciam em breve.

Fabrício Werdum tem um cartel profissional de 20 vitórias, cinco derrotas e um empate. Invicto desde que estreou no octógono, Werdum vem de seis vitórias seguidas, a melhor série entre os atletas da categoria até 120 kg. Com o cinturão, o gaúcho se tornou apenas o segundo brasileiro a conquistar o cinturão linear dos pesos pesados, após Junior Cigano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments