Campeão do TUF Rony Jason cai no antidoping e é suspenso por nove meses

Peso pena foi flagrado pelo uso do diurético "hidroclorotiazida"; em entrevista, lutador se disse inocente e garantiu que vai recorrer

R. Jason (foto) também viu sua vitória no UFC Goiânia 2 virar um "no contest". Foto: Josh Hedges/UFC

R. Jason (foto) também viu sua vitória no UFC Goiânia 2 virar um “no contest”. Foto: Josh Hedges/UFC

O campeão do TUF Brasil 1 na categoria peso pena Rony Jason foi o mais recente nome a se juntar à extensa lista de atletas flagrados em exames antidoping pelo uso de substâncias ilegais na maior organização de MMA do planeta. Segundo a Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA), Jason testou positivo para diuréticos após o UFC Goiânia 2, realizado no último dia 30 de maio. Por isso, o atleta recebeu uma suspensão de nove meses e sua vitória sobre Damon Jackson foi revertida em um no contest (luta sem resultado).

Veja Também

Melendez substitui Bobby Green e encara Al Iaquinta em julho
Jovem lutadora faz campanha para conseguir tratamento contra câncer raro
Fabrício Werdum leva suspensão médica de seis meses após vencer Cain Velasquez
Treinador de José Aldo acredita que Conor McGregor irá fugir da trocação no UFC 189

A substância encontrada nos exames de Jason é chamada “hidroclorotiazida”. Os diuréticos são banidos pelo regulamento da Agência Mundial Antidoping (WADA) por ajudarem a mascarar a presença de outras substâncias dopantes, ou mesmo, no caso específico do MMA, contribuírem para o aceleramento do processo de corte de peso nos atletas. Jason ainda tem direito de solicitar a realização de uma contraprova, a partir de outras amostra coletada também no dia do evento goiano.

Em entrevista ao site do canal “Combate”, Jason se disse surpreso com a notícia e garantiu que vai recorrer da decisão. “Já estou agilizando tudo aqui com meus responsáveis. Isso está errado. O máximo que tomei foi uma vitamina C no dia da pesagem. Estamos vendo a possibildiade da medicação que tomei, já que estava machucado, para ver se tem a ver com isso. Mas não tem perigo de ter acontecido. Vou pedir a contraprova. Tenho sete lutas no UFC e isso nunca aconteceu. Recebi mal essa notícia porque é uma coisa que não existe. Se falasse que tomei uma cervejinha, ficava até calado, mas diurético não”, disse o lutador.

Aos 31 anos, Rony Jason possui um cartel profissional de 14 vitórias, cinco derrotas e, agora, uma luta sem resultado. Em 2012, o cearense se tornou o primeiro campeão do TUF Brasil ao vencer o conterrâneo Godofredo Pepey na grande decisão, realizada no UFC 147, em Belo Horizonte (MG). De lá pra cá, Jason fez outras seis lutas na maior organização de MMA do planeta, todas em solo brasileiro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments