José Aldo se inspira em Georges St. Pierre e fala em se aposentar do MMA no topo

Brasileiro está confirmado para lutar no UFC 189 contra Conor McGregor, mas ainda não sabe se será liberado para subir no octógono

J. Aldo está escalado para enfrentar McGregor no UFC 189. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Aldo está escalado para enfrentar McGregor no UFC 189. Foto: Josh Hedges/UFC

Mesmo vivendo um drama antes da luta mais grandiosa de sua carreira, José Aldo não deixa entrar em sua cabeça a possibilidade de perder o cinturão do UFC. Pelo contrário: o atual campeão dos penas espera não só manter o título no UFC 189, mas também permanecer no topo até o fim de sua carreira.

Veja Também

Técnico de McGregor: Aldo só saberá se luta ou não na véspera do UFC 189
McGregor provoca Aldo: ‘Não se preocupe com a costela, eu vou mirar no queixo’
Após lesão de Aldo, McGregor passa a ser favorito para o UFC 189 nas casas de apostas

A participação de Aldo no evento do dia 11 de julho ainda é incerta. O brasileiro sofreu uma lesão na costela e ainda não sabe se será liberado para lutar contra Conor McGregor. Apesar das incertezas, Aldo quer seguir o exemplo de Georges St. Pierre, que se aposentou do MMA em 2013 como campeão dos meio-médios.

“Eu vi campeões que não estavam bem quando suas carreiras terminaram. Quero deixar o esporte no topo, como campeão, que nem fez Georges St. Pierre. É nisso que foco. Não importa qual é o adversário, se eu já lutei com ele ou não, quando eu parar, quero ver que lutei com os melhores e que fui bem”, revelou o brasileiro, ao site da emissora norte-americana “FOX Sports”.

Caso Aldo não tenha condições de lutar, o UFC já preparou um “plano B”: Chad Mendes enfrentaria McGregor pelo cinturão interino dos penas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments