‘Eu teria lutado lesionado com McGregor se pudesse, mas não dava’, admite Aldo

Campeão linear dos penas diz que não assistiu a combate do UFC 189 e se mostra aberto a enfrentar rival em seu país natal, a Irlanda

Aldo (foto) enfrentará McGregor para unificar o cinturão dos penas. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

Aldo (foto) enfrentará McGregor para unificar o cinturão dos penas. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC

A luta principal do UFC 189, realizado no dia 11, foi importante para o futuro de José Aldo. O brasileiro, cortado do evento por lesão, conheceria ali seu próximo adversário, que sairia da luta entre Conor McGregor e Chad Mendes. Apesar disso, o campeão linear dos penas sequer assistiu à vitória do irlandês sobre o norte-americano.

Em entrevista coletiva realizada no Rio de Janeiro, Aldo afirmou que não costuma assistir às lutas que não contam com seus amigos ou parceiros de treino – e o combate entre McGregor e Mendes não foi exceção. Assim, o brasileiro somente ficou com a análise de seu treinador, Dedé Pederneiras, que considerou que o desenrolar da atração positivo para Aldo.

Veja Também

Dana White crava: ‘Conor McGregor x José Aldo vai acontecer em Las Vegas’
Mendes elogia precisão de McGregor, mas avalia: ‘Aldo é um animal diferente’
Após título, McGregor dispara: ‘José Aldo está acabado, esta é a minha noite’

“É engraçado. Quando meus amigos não estão lutando, eu nem assisto. Dedé me falou que foi tranquilo, que foi uma luta boa para nós. Enquanto Chad estava inteiro, ele estava ganhando. Não era para terem parado a luta, mas, quando eu não estou lutando, eu não leio nem assisto nada”, comentou o brasileiro, em trecho reproduzido pelo site norte-americano “MMA Fighting”.

Aldo confirmou que tentou até os últimos instantes atuar no evento mesmo lesionado, mas que desistiu quando percebeu que não seria possível. “Eu considerei lutar [com McGregor] lesionado. Eu gosto de grandes eventos e vinha treinando bem. Nós pedimos um prazo para eu tentar me recuperar e lutar lesionado, mas não me recuperei como esperava. Eu ainda sinto dor. Eu teria lutado se pudesse, mas não dava”, explicou.

O presidente do UFC, Dana White, confirmou que a luta entre Aldo e McGregor acontecerá em Las Vegas, nos Estados Unidos. Mesmo se tratando de território neutro, Aldo contou que não veria problemas em enfrentar o rival na Irlanda. “Seria ótimo, não vejo problemas com isso. A torcida pode falar o que for – se eles não falarem em português, eu não vou entender uma palavra, então não ligo. Já estou ansioso para lutar”, disse.

Por fim, Aldo mandou um recado ao rival: “Se prepare, estou chegando. Pode falar o que for, mas as armas que ele tem não chegam aos pés do que vou mostrar a ele”, confia.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments