Sonnen diz que ele e o UFC foram ameaçados de processo por José Aldo

Falastrão contou história sobre ligação de advogada do brasileiro durante a mais recente edição de seu podcast

C. Sonnen (foto) comanda um podcast semanal desde que se aposentou do MMA. Foto: Josh Hedges/UFC

C. Sonnen (foto) comanda um podcast semanal desde que se aposentou do MMA. Foto: Josh Hedges/UFC

Durante a semana em que José Aldo sofreu uma lesão na costela e teve que deixar a luta contra Conor McGregor no UFC 189, um dos maiores críticos do brasileiro foi o ex-lutador Chael Sonnen, que acusou-o de estar “correndo” do combate. Agora, semanas após a polêmica, Sonnen revelou que foi ameaçado por advogados do campeão dos penas, que ligaram e disseram que iriam processá-lo, o que já haviam feito também com o UFC.

“Recebi um telefonema. Era uma advogada do Brasil ameaçando me processar por difamação. Seu cliente? José Aldo. Eles disseram que não iam me processar se eu parasse de falar no assunto. Eu só repeti essa informação. Eu ouvi essa história em uma coletiva de imprensa do UFC. A advogada disse: ‘Sim, preste atenção nos próximos dias porque você não vai ouvir o UFC dizendo mais nada porque antes de ameaçar você com uma ação judicial, nós ameaçamos eles com um processo'”, contou Sonnen, durante a última edição de seu podcast, “You’re Welcome”.

Em seguida, com seu habitual estilo irônico, Chael disse que agora, depois do episódio quase-judicial, acredita na versão do brasileiro. “Eu tenho que assumir que ele está falando a verdade. José Aldo está ameaçando processar a mim e ao UFC. Esse é um blefe muito grande. Esse é um blefe tão grande que eu admito que ele está falando a verdade”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments