Funcionário do UFC critica acordo com a Reebok e acaba demitido

Responsável por cuidar das contusões dos atletas, o "cutman" Stitch teve seu contrato rescindido dias após tecer críticas às restrições do contrato

Stitch (esq.) cuidou dos atletas do Ultimate por muitos anos. Foto: Divulgação/UFC

Stitch (esq.) cuidou dos atletas do Ultimate por muitos anos. Foto: Divulgação/UFC

Veja Também

Faber revela nova briga com McGregor nos bastidores do TUF
Ronda chora ao relembrar provocações de Bethe sobre suicídio de seu pai
Contraprova de exame de Jason dá positivo para diuréticos e suspensão é mantida
Ainda sem julgamento sobre doping, Anderson Silva projeta retorno ao UFC em dezembro

O acordo de exclusividade no fornecimento de uniformes e patrocínio entre UFC e Reebok, anunciado no último ano e em vigor desde o início de julho, já causou muita polêmica, mas desta vez foi responsável por uma demissão. Após tecer duras críticas às restrições impostas pelo contrato, o “cutman” (responsável por tratar os cortes e lesões dos atletas no octógono) Jacob “Stitch” Duran acabou despedido pela organização do Ultimate.

“Foi um golpe e tanto. Eu recebo pagamento mensal, então os patrocínios acrescentavam nos meus vencimentos. Eu ganhava um bom dinheiro de patrocinadores e esse é o tipo da transição terrível. Isso é o que eu faço em tempo integral. Eu também trabalho com boxe, mas a escala de pagamento lá é diferente. Os lutadores te pagam diretamente no boxe, enquanto no MMA são os promotores que te pagam para trabalhar nos eventos inteiros. Com os pugilistas, especialmente quando você está trabalhando com os grandes, você ganha mais e, então, é bom ter patrocínios no MMA. Neste caso, talvez, eu comece a procurar o pessoal do boxe de novo. Nós fomos avisados que basicamente não fazíamos parte das negociações da Reebok e que elas envolveriam só lutadores. Eu não acho que fizeram isso por maldade, mas eu acho que estamos fazendo um grande trabalho e eles simplesmente se esqueceram de nós. Eu também acho que eles não pensaram ou entenderam o tipo de valor que podíamos oferecer”, disse Stitch, em entrevista ao site “Bloody Elbow”.

Principal cutman do UFC, Stitch vinha atuando na maior organização de MMA do planeta há muitos anos e era uma das figuras mais reconhecidas do evento fora do octógono. Curiosamente, ele foi o segundo nome importante dos “bastidores” a deixar o Ultimate nos últimos meses, já que o “babá dos atletas” Burt Watson também rescindiu seu contrato.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments