Se bater Bethe, Ronda vai deixar cinturão do UFC no Brasil como presente

Campeã ainda foi bastante compreensiva e disse que entenderá caso gesto não se repita no sábado, durante o UFC 190, e ela acabe vaiada

Ronda foi a grande estrela durante os treinos abertos do UFC 190. Foto: Buda Mendez/UFC

Ronda foi a grande estrela durante os treinos abertos do UFC 190. Foto: Buda Mendez/UFC

Veja Também

Participe da promoção e concorra a um exemplar da biografia de Ronda Rousey
Apaixonado pelo Brasil, técnico revela segredo de Ronda: ‘Trabalho duro e amor aos fãs’
Ronda leva torcida ao delírio e se joga nos fãs nos treinos abertos do UFC 190
Werdum ‘faz campanha’ por Fedor no UFC e garante: ‘Aceitaria uma revanche’
UFC entra na justiça contra Wanderlei Silva após acusações feitas pelo brasileiro

A mobilização do público brasileiro, que foi à loucura com sua presença e fez da campeã a lutadora mais aclamada entre os presentes nos treinos abertos do UFC 190 nesta quarta-feira (29), parece ter mesmo tocado Ronda Rousey. Em bate-papo com a imprensa logo após o momento bastante próximo com os fãs, Ronda disse que inclusive planeja retribuir o carinho e até deixar seu cinturão no Brasil caso bata Bethe Pitbull no próximo sábado (01).

“A Bethe até que disse uma coisa certa: o público brasileiro merece mesmo ter este cinturão aqui. Então, eu decido que depois que eu ganhá-lo, eu vou garantir que quando eu tenha o cinturão, eu não vá levá-lo para casa comigo. Eu vou dá-lo e garantir que ele permaneça em algum lugar aqui no Brasil como meu presente”, disparou a campeã.

Ronda também comentou o afeto da torcida brasileira, e se mostrou basante compreensiva, caso o público na HSBC Arena não repita o apoio mostrado durante os treinos abertos . “Eu fiquei cautelosamente otimista. Eu não ficaria brava de todos ficassem bravos comigo e me vaiassem. Mas, tenho que admitir, que realmente animou meu coração ter uma recepção tão calorosa de um povo que respeito tanto. Eu entenderia se eu entrasse na arena sábado e todo mundo me vaiasse a plenos pulmões. Eu, ainda assim, continuaria feliz se eles não ligassem tanto. Mas, quer dizer, isso só fazer meu coração ficar aquecido, esse tipo de recepção que tive aqui. Eu juro que tentarei o meu melhor para merecer tal gesto”, concluiu.

Até o fim da semana, Ronda Rousey ainda tem mais dois grandes encontros com a torcida brasileira, nos quais colocará a prova sua popularidade com os fãs tupiniquins. Nesta sexta-feira (31), a loira sobe à balança para a pesagem oficial do UFC 190. Já no sábado (01), Ronda põe seu cinturão em jogo diante da desafiante Bethe Pitbull na luta principal do evento, único card em pay-per-view do ano no Brasil.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments