Treinador de Velasquez assume responsabilidade por derrota contra Werdum

Javier Mendez reconhece que subestimou o fator altitude na preparação de seu pupilo para combate na Cidade do México, em junho

Werdum (esq.) conseguiu dominar Velasquez na trocação e finalizou o trabalho no chão. Foto: Reprodução

Werdum (esq.) conseguiu dominar Velasquez na trocação e finalizou o trabalho no chão. Foto: Reprodução

O treinador principal de Cain Velasquez assumiu toda a responsabilidade por não ter preparado seu atleta de forma adequada na luta diante de Fabrício Werdum, em julho, em combate que lhe custou o cinturão dos pesados no UFC.

Veja Também

UFC anuncia que Fabrício Werdum defenderá cinturão em revanche contra Cain Velasquez
Velasquez abre como favorito nas casas de aposta para revanche contra Werdum
Veterano do UFC detona Velasquez após derrota para Werdum: ‘Levou uma surra e mereceu’

Na ocasião, Velasquez foi dominado por Werdum e acabou finalizado no terceiro round. O combate, que era o primeiro de Velasquez desde 2013, aconteceu na Cidade do México, com 2200 metros de altitude. O brasileiro havia realizado toda a reta final de seu treinamento no local para se adaptar às condições, enquanto que Velasquez somente foi à cidade pouco antes da luta.

Líder da academia AKA, Javier Mendez reconheceu que não tomou todas as providências para que seu atleta se apresentasse da melhor forma possível. “Eu fiz besteira naquela vez. Resumindo, é minha responsabilidade preparar meu lutador da melhor maneira possível e naquela noite eu não fiz isso. Eu falhei em meu trabalho. Mesmo que Cain diga que foi culpa dele, não foi. Foi culpa minha. Era minha responsabilidade olhar para a altitude, mas eu fiz besteira. Não vou cometer o mesmo erro novamente. Fabrício é um excelente lutador e você não pode cometer um erro contra ele. Aquela luta mostrou isso. Eles não cometeram nenhum erro e nós cometemos vários”, explicou, em entrevista ao canal do YouTube “Talking Brawls”.

Mendez não tem dúvidas de que a altitude interferiu no desenrolar do combate, já que Velasquez estava bem preparado fisicamente. “Para mim, a altitude foi 100% o fator principal. Era o melhor Cain que eu já tinha visto. Ele estava 100% saudável, na melhor forma de sua vida. Sem lesões, nem nada. Aí ele chega lá e parece ser o pior Cain que já vi. Não sei como explicar”, comentou.

Apesar da derrota dominante, Velasquez terá a chance de enfrentar Werdum novamente pelo cinturão. O combate ainda não tem data e local definidos, mas já foi confirmado pelo UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments