Fernando Santo Forte vence e vai brigar pelo cinturão do IGF

Peso pesado brasileiro se recupera de um início ruim e nocauteia Yosef Ali Mohammad

Fernando Santo ForteO brasileiro Fernando Santo Forte venceu por nocaute neste sábado (29) sua luta válida pela semifinal do GP de pesados no IGF4, uma das maiores organizações de MMA do Japão. O brasileiro enfrentou o sueco Yosef Ali Mohammad e não decepcionou.

A vitória veio com apenas 1m39s do primeiro round, mas não foi nada fácil. O sueco começou forte o combate, e o brasileiro teve de se recuperar para vencer a batalha.

“Comecei tomando um atraso, o cara era duro e acabou me derrubando no começo. Acabei fora do ringue e o juiz colocou em pé de novo e me recuperei. Dei um down nele e aí comecei a trabalhar o ground and pound”, explica Fernando.

Com um ground and pound afiado, Santo Forte não demorou para reverter a situação da luta. Com um sangramento grande no sueco, o árbitro interrompeu o combate para atendimento médico. “Com meus golpes, abriu o supercílio dele e o juiz parou. Na volta do atendimento ele quis trocar e entrou um cruzado que ele caiu apagado”, comenta o vitorioso brasileiro. Na comemoração, Fernando abriu sua bandeira metade Brasil e metade Japão, feita especialmente para esta luta.

Veja Também

Foto: Ex-UFC quebra a mão que fica como ‘bolinha de tênis’
UFC muda de planos e antecipa retorno de Ronda para novembro

Essa é a segunda vitória de Fernando Santo Forte no Japão, em sua segunda luta internacional. Pelas quartas de final do torneio, o brasileiro, que treina na 011 MMA Gym, em São Paulo, já havia vencido também por nocaute o experiente francês Antony Rea.

Com esse resultado, Fernando Santo Forte agora soma nove vitórias e apenas uma derrota em dez lutas em seu cartel profissional no MMA.

A final do Grand Prix dos Pesados será disputada diante do britânico Oli Thompson (15-8-0), que venceu o americano Chris “Huggy Bear” Barnett por decisão unânime dos juízes na luta principal do card deste sábado. O evento da grande final vai acontecer no dia 31 de dezembro, em Tóquio.

“Espero ganhar o cinturão. A pior parte já passou, acho que minha luta casa bastante com a dele, que vem do boxe. Vou me preparar novamente lá na 011. Vamos com tudo trazer esse cinturão para o Brasil”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments