‘Perder chance de cinturão arruinou minha vida’, diz Miesha

Preterida por Holm para lutar contra Ronda, lutadora desabafa sobre ‘desrespeito do UFC’ diz que vai repensar seu futuro

Tate (foto) não escondeu mágoa com escolha do UFC. Foto: Divulgação/UFC

Tate (foto) não escondeu mágoa com escolha do UFC. Foto: Divulgação/UFC

Em agosto, o UFC surpreendeu a todos ao anunciar que Holly Holm seria a próxima adversária de Ronda Rousey pelo cinturão da categoria galo feminina. Passados mais de dois meses, Miesha Tate, apontada até então como a possível desafiante da campeã, ainda não digeriu o episódio, relatando que se sentiu desrespeitada.

Veja Também

Holm destaca ajuda de Jones em treinos para luta com Ronda
Astro do boxe oferece suporte para trazer Ronda ao esporte
Ronda Rousey ganha rap em sua homenagem

O agravante foi que Tate ficou sabendo da mudança de planos pela imprensa, já que o UFC não lhe enviou nenhum aviso de antemão. “Eu entendo que eles querem fazer a luta Rousey x Holly, mas isso não muda a forma como eles abordaram a situação. Acho que eles fizeram dessa forma porque não queriam que a informação vazasse, mas isso também me insulta. Eu luto há muito tempo e já provei meu caráter. Eu não acho que o UFC fez com maldade, mas também acho que eles não me mostraram consideração. Para eles, foi mais um dia qualquer, mas para mim foi como se tivessem arruinado a minha vida. E eles precisam entender isso”, desabafou a lutadora, em entrevista ao site da emissora norte-americana “ESPN”.

Segundo o UFC, Holm foi a escolhida pelo fato de Tate já ter perdido por duas vezes para Rousey. Caso o retrospecto lhe impossibilite de lutar novamente pelo título, a lutadora declarou que irá repensar seu futuro. “Se ficar claro que eu não conseguirei lutar pelo título de jeito nenhum quando Ronda tiver o cinturão, então não sei. Tenho que olhar minhas opções. Não estou dizendo que vou me aposentar, mas é algo que tenho que pensar”, completou.

A luta entre Ronda Rousey e Holly Holm acontecerá no dia 14 de novembro, na cidade de Melbourne, na Austrália. O combate entre as invictas será a atração principal do UFC 193.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments